STU: Luizinho voa no bowl de Criciúma e avança para a final

Skatista olímpico, quarto lugar nos Jogos de Tóquio, passa em primeiro para final do Park neste domingo


- PUBLICIDADE -

Criciúma

Foto: Pablo Vaz – divulgação STU

- PUBLICIDADE -

Velocidade, voos altos, muita técnica e manobras precisas. Foi assim que Luiz Francisco, o Luizinho, quarto lugar nos Jogos Olímpicos de Tóquio, garantiu a melhor volta (nota 75,23) nas semifinais da etapa de Criciúma (SC) do STU National, no Parque Municipal Prefeito Altair Guidi, e avançou em primeiro para a final da modalidade Park, neste domingo (23/01), com transmissão ao vivo e exclusiva na programação do Verão Espetacular da TV Globo, a partir das 10h. “Guardei boa parte das coisas para a final. Hoje, fiz só o que eu tenho muita segurança. Sabia que, pelas duas primeiras voltas, já tinha feito o suficiente para passar e, agora, vou com tudo para esse domingo. E para você ver como o skateboarding é tão subjetivo: o Quintas, que esteve na Olimpíada, acabou errando e não está na final. A nova geração, com Minhoca (André Mariano), Gui, Kalani, Pedrinho, passou entre os oito. O skate é uma parada muito doida. Quando não é seu dia, não tem jeito. Mas quando é…”, avaliou Luizinho.

Um desses prodígios da nova geração de skatistas citado por Luizinho é o paranaense Gui Khury, o mais novo da turma, de apenas 13 anos, que levou o público à loucura com seu carisma. E ele praticamente se garantiu na final logo na primeira volta, a melhor das três a que cada um tem direito. Com a nota 66,37, acabou avançando em sétimo. “Na real, acertei tudo que eu queria e vamos para essa final. Terminei em sétimo, mas o que mais importava hoje era terminar entre os oito. Estou muito ansioso. Tenho mais algumas manobras especiais pra amanhã, algumas bordinhas, mais um flip, mais um 540º… Nunca participei de um campeonato de Park tão grande como esse e estou muito feliz por estar em Criciúma. É um prazer estar aqui”, disse Gui Khury.

O catarinense Mateus Guerreiro, um dos que correm em casa, avançou com a segunda melhor nota (73,00) e o paulistano Murilo Peres, que já tinha passado das eliminatórias de sexta-feira com a melhor nota, terminou em terceiro (70,00). Lembrando que, na final, cada um dos oito skatistas tem quatro voltas, valendo a melhor delas.

RESULTADO PARK MASCULINO
(os 8 classificados para a final)

1 – Luiz Francisco Mariano – 75,23
2 – Mateus Guerreiro – 73,00
3 – Murilo Peres – 70,00
4 – Pedro Carvalho – 67,33
5 – Kalani Konig – 66,90
6 – Augusto Akio – 66,50
7 – Gui Khury – 66,37
8 – André Mariano – 66,00

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.