Série B do Catarinense: Caravaggio busca a liderança

Azulão da Montanha visita o Blumenau para tentar chegar à primeira posição da Série B do Catarinense. Partida será no domingo


- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Indaial

- PUBLICIDADE -

Após a empolgante vitória por 2 a 0, sobre o Tubarão, fora de casa, na quarta-feira, o Caravaggio volta a campo, no domingo, às 15 horas, contra o Blumenau pela Série B do Catarinense. A partida será disputada no estádio Ervin Blaese, em Indaial. Com sete pontos na tabela, o Azulão da Montanha quer a vitória para se igualar ao Criciúma na primeira colocação com 10 pontos.

Após o desgastante confronto na Cidade Azul, em função do campo molhado e pelo deslocamento, o atacante Vinícius Urbano, autor dos dois gols da vitória, diz que o primeiro objetivo é descansar para se recuperar fisicamente e estar bem no domingo. “Primeiramente, a gente vai descansar, recuperar o grupo e trabalhar esses poucos dias que tem para domingo estarmos 100% para fazer um ótimo jogo e buscar a vitória contra o Blumenau”, diz.

Com sete pontos conquistados, em 12 disputados, o Azulão é considerado uma surpresa na competição, mas Urbano já confiava no potencial do grupo de jogadores desde o início da preparação. “A gente sabe que o grupo é forte. Muito forte. A gente sempre vem trabalhando, desde o começo da pré-temporada, e já sabíamos da qualidade do grupo. Então, isso não é surpresa para nós”, comenta.

Gols marcados ao lado de casa

Natural de Laguna, Urbano marcou os primeiros gols com a camisa do Caravaggio em Tubarão, ao lado de casa. A família o acompanhava no estádio, o que tornou o momento ainda mais especial. “Muito feliz. Não poderia ter sido em uma hora melhor: ao lado de casa, com os meus pais, esposa e filha me acompanhando. Não poderia ter sido uma hora melhor para ter saído os gols. Estou muito feliz e, agora, é trabalhar para que venha mais”, pontua.

O camisa 9 do Azulão da Montanha também comenta sobre a importância de marcar seus primeiros gols com a camisa do time de Nova Veneza. “Particularmente, foi emocionante. Eu estava me cobrando muito para fazer gols, já que eles não estavam saindo, e vinha tendo bons jogos, principalmente nas últimas três rodadas. Então, estava faltando era o gol, mas, em Tubarão, consegui ajudar a equipe marcando duas vezes”, finaliza.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.