O dilema da lateral direita do Tigre

Sem Cristovam e Claudinho, ambos lesionados, Cláudio Tencati terá que improvisar para a partida diante do Guarani de Palhoça


- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Além da maratona de jogos, o técnico Cláudio Tencati terá que lidar com outro problema para as próximas partidas do Criciúma: a falta de um lateral direito de ofício. Claudinho está fora de ação desde o dia 15 de julho, quando foi noticiada a lesão na panturrilha esquerda, ocasionada na partida contra o Carlos Renaux, pela Série B Estadual. Desde terça-feira, o treinador também não pode contar com Cristovam, que lesionou o músculo posterior da coxa direita no treino de segunda-feira. Ele ainda não tem previsão de retorno. “Ainda não temos uma precisão sobre o Cristovam. Ele fará exames. O doutor identificou um desconforto e ele relatou a dificuldade para ir a campo. Não conseguiu ir. Ele fez testes e não estava se sentindo seguro, com incômodo e dor. O departamento médico está avaliando”, diz Tencati.

Desta forma, resta ao treinador improvisar um atleta na função para o confronto de amanhã contra o Guarani, de Palhoça, pela Segundona do Catarinense. Renan Areias atuou na função, na segunda etapa da partida diante do Tubarão, no domingo, e também contra o Sport. Assim, o desgaste físico pode impedir que ele jogue amanhã. “O Renan já tinha jogado ali contra o Tombense, jogou o Estadual, no domingo, no segundo tempo, também, então é um jogador que tem a característica. Ele jogou bem contra o Sport, enquanto suportou, pois tinha jogado no domingo. Esse é o prejuízo. Eu poderia ter mantido ele até o final, mas ele não tinha energia, pois jogou contra o Tubarão. Então, tem todo um processo de ajuste. É um jogador que vem crescendo”, comenta Tencati.

Assim, restam poucas opções como os também volantes Marcos Serrato e Léo Costa ou então apostar no jovem Kaik, que começou o confronto contra o Tubarão. Uma possibilidade mais remota é colocar Marcelo Hermes ou Helder na função. “Vamos planejar, verificar o estado de cada atleta no processo de recuperação. Levaremos a campo, na sexta-feira, o que o Criciúma tiver de melhor para que a gente possa buscar o objetivo, que é o acesso para a Primeira Divisão Estadual”, explica o treinador.

Certo mesmo é que Claudinho só pode voltar na quarta-feira, diante do Guarani-SP, pela Série B do Brasileiro. “O Claudinho está em um processo de transição. A nossa expectativa é para que ele fique à disposição para quarta-feira, diante do Guarani. Ou para iniciar o jogo ou para estar à disposição. Não é certeza, mas a expectativa é boa”, comenta Tencati.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.