Em jogo de gol contra bizarro, Tigre fica no empate com o Londrina

Criciúma saiu na frente com uma falha inacreditável do goleiro adversário, mas cedeu a igualdade minutos depois


- PUBLICIDADE -

Gustavo Milioli

Londrina

- PUBLICIDADE -

O Criciúma visitou o Londrina na tarde deste sábado, dia 30, e ficou no empate por 1 a 1. O Tigre saiu na frente com o gol contra de Vilar, mas tomou o empate ainda no primeiro tempo com Denílson.

Com o resultado, os carvoeiros ganham uma posição na tabela da Série B do Campeonato Brasileiro e aparecem em nono lugar, após 21 rodadas, com 28 pontos.

Um gol que vai rodar o Brasil

Não há explicação para o que o goleiro Matheus Nogueira, do Londrina, fez aos 26 minutos da etapa inicial. O zagueiro Vilar recuou a bola para o arqueiro, que em uma tremenda falta de atenção, não dominou e deixou ela entrar mansamente no canto do gol, inaugurando o placar.

O gol contra bizarro não abalou os donos da casa, que ainda no primeiro tempo conseguiram chegar à igualdade. Aos 42, João Paulo cobrou escanteio e Denílson se antecipou à marcação para balançar as redes de cabeça e decretar o empate.

Segundo tempo de poucas emoções

A partida perdeu em intensidade na volta do intervalo. Criciúma e Londrina pouco criaram para mudar a história da partida. Sem inspiração, com muitos erros de passes, o 1 a 1 permaneceu até o final.

Pela Série B, o Tigre volta a campo já na próxima terça-feira, 2, diante do Sport, fora de casa. O confronto está marcado para as 21h30, no estádio da Ilha do Retiro. Mas antes, o compromisso é pela segunda divisão do Campeonato Catarinense. Neste domingo, às 15h, o Criciúma recebe o Atlético Tubarão no Majestoso pela última rodada da primeira fase, precisando de uma vitória simples para garantir o primeiro lugar da classificação para o mata-mata.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.