Criciúma vence a Chapecoense em casa por 2 a 0

Tigre fica cada vez mais perto de garantir a permanência da Série B e pode até sonhar com acesso

Foto: Celso da Luz - Criciúma E.C

- PUBLICIDADE -

Criciúma

Embaladas pelos últimos resultados positivos, as duas equipes catarinenses entraram em campo no final da tarde de hoje dispostas a conquistar os três pontos, no disputado Campeonato Brasileiro deste ano. Válida pela 31ª rodada da competição, a partida tinha previsão de ser disputada sob a chuva, e bastaram poucos minutos para que a chuva caísse no Majestoso. A primeira chance da partida foi dos visitantes. Aos dois minutos de partida, Thomás sofreu falta próximo do meio-campo e lance foi marcado. O camisa 30 bate a falta em direção a grande área, mas a defesa do Tigre faz o corte. Aos 10 minutos de jogo muitas faltas já tinham sido marcadas no meio de campo, dando o dom de que se desenharia uma partida muito truncada.

- PUBLICIDADE -

Aos 12 minutos da primeira etapa, a primeira boa chance do Tigre aparece com Rômulo que faz o lançamento para Thiago Alagoano, invertendo o jogo para a lateral-esquerda, mas bola sobe com muita força e Rômulo não consegue alcançar. Tiro de meta para a Chapecoense. Ao chegar nos 15 minutos de partida, a posse de bola era visivelmente maior para o Tigre. O Carvoeiro começa a conseguir se infiltrar cada vez mais no campo de ataque e aos 18, Felipe Matheus recebe passe de Hélder, domina a bola e arrisca chute de fora da área. Bola acaba nas mãos do goleiro Saulo, que faz a defesa. A Chape responde em lance seguinte, Alisson inicia ataque na ponta esquerda, cruza para Marcelo Freitas, que arrisca o chute de fora da área, mas lance é desviado na marcação e o escanteio é marcado. Na cobrança de escanteio, Felipe Mateus sobe de cabeça, mas comete falta de ataque. Bola sobra para Hygor, que chuta para o gol, mas lance já estava parado pelo árbitro.

Aos 26 mais uma grande chance do carvoeiro, Lohan puxa ataque pela ponta esquerda, limpa a jogada e curza para Hygor, mas Victor Ramos se adianta e faz o corte. O Tigre tenta sufocar o adversário e já em seguida aperta a marcação da Chapecoense. Chega com perigo no gol em dois lances, mas goleiro Saulo salvou. Aos 29, depois de tanto levar susto, o elenco visitante tem a primeira grande chance de gol. Perotti recebe belo passe de Thomás, na entrada da área, chuta de primiera para o gol e o arqueiro Gustavo faz grande defesa, salvando Criciúma de um chute que tinha destino certo.

Depois de tanto insistir, o Tigre foi recompensado pelo domínio da partida em que vinha imprimindo. Aos 31 minutos, Hygor surge no segundo poste e cabeceia, após o cruzamento, bola bate na trave, e o atacante aproveita o rebote para colocar a bola dentro do gol. O Tigre enfim abre o placar e respira um pouco mais aliviado diante da torcida. Após o gol, a chape tenta em dois lances consecutivos. Aos 33, Chrystian chega com perigo na ponta direita, não consegue fugir da marcação, arrisca cruzamento para Perotti, mas goleiro Gustavo surge na frente para mandar a bola pela linha de fundo. E aos 35, Alisson sofre falta próximo da grande área. Pablo e Maílton estão na bola para bater o lance. Jogada ensaiada não dá certo e marcação do Tigre fica com a bola. Na reta final do primeiro tempo o número de faltas confirma-se alto, são 11 para o Tigre e 10 para a Chape. A última grande chance do jogo vem aos 42. O Tigre bate escanteio perigoso, com bola que cai próximo ao segundo poste, Lohan sobe desmarcado e quase amplia.

Segunda Etapa

No primeiro lance da segunda etapa, Perotti perde chance de empatar a partida. Atacante aproveitou a sobra de bola, após goleiro Gustavo espalmar chute perigoso de Thomás. Perotti tentou limpar o lance da marcação, mas não conseguiu finalizar bem. O Tigre responde com Felipe Mateus, que arma o ataque na ponta esquerda, cruza na área em direção a Lohan, mas goleiro Saulo defende. Aos 17 da etapa complementar, no primeiro lance de Felipe Ferreira no jogo, jogador surge desmarcado na segunda trave, chuta em cima do goleiro Gustavo e assuta defesa do Tigre. Em momento que os visitantes conseguem encaixar alguns lances, Pablo Oliveira inicia jogada perigosa no meio-campo, passa para Maílton na lateral-direita, que cruza de primeira para Felipe Ferreira. Jogador chuta com perigo em cima de Gustavo, que salva o gol.

O lance decisivo da partida veio aos 31 minutos, quando o Árbitro marca falta de Victor Ramos em cima de Hygor. Após lance ser revisado pelo árbitro de vídeo, a penalidade é confirmada. Fellipe Mateus cobra pênalti com a perna esquerda, com direito a paradinha do atacante, que chuta no canto esquerdo e amplia para o Tigre. 2 a 0 para encaminhar a vitória carvoeira.

Após o segundo gol, o Criciúma conseguiu voltar a administrar a partida com mais tranquilidade, economizando nos passes errados e dando mais valor para a posse de bola. A etapa complementar ainda reservou uma tentavida de perigo da Chape em Bola perigosa que entru na área do Tigre, Perotti não conseguiu chegar a tempo e atrapalhou chute de Felipe Ferreira que surgia desmarcado pelas costas de Perotti. Com a vitória, o Tigre assume a 9ª posição na tabela, chegando muito perto dos 45 pontos que tem como objetivo para permanecer na Série B e matematicamente pode até sonhar com um acesso para a elite do futebol brasileiro em 2023.

O próximo desafio do carvoeiro é contra o Brusque para mais um clássico catarinense na Série B. O jogo será no sábado, às 11 horas, no Augusto Bauer.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.