- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Palhoça

- PUBLICIDADE -

Fotos: Celso da Luz/CEC

O Tricolor Carvoeiro parecia que iria obter a terceira vitória seguida, nesta sequência, mas acabou cedendo o empate para o Guarani, em Palhoça, na tarde desta quarta-feira, no estádio Renato Silveira. Brayan Krüger abriu o placar aos 20 minutos do primeiro tempo. Quatro minutos depois, Eduardo Melo deixou tudo igual e, aos 25, Marcos Serrato fez 2 a 1. Na segunda etapa, Thulio Lelis, aos 34 minutos, deu números finais à partida: 2 a 2. Com o resultado, o Tigre não garante o primeiro lugar na fase de classificação da Série B do Catarinense. A decisão fica domingo no confronto contra o Atlético Tubarão. Tigre e Guarani não se enfrentavam desde 2016 Naquela ocasião, pela Série A do Catarinense, o time palhocense venceu por 2 a 1 com gols de Hélio Paraíba, que depois se transferiu para o Criciúma.

Sob um forte sol e calor, em uma tarde atípica de inverno, o Criciúma começou a partida ditando o ritmo. Logo com pouco mais de um minuto, Jackson cruzou da intermediária, pela direita, e Hygor cabeceou sozinho, mas a bola caprichosamente saiu pela linha de fundo. Dois minutos depois, Lucas Xavier cruzou da esquerda e Hygor fechou na segunda trave, novamente sem marcação, mas cabeceou na trave e desperdiçou uma chance incrível. Na sobra, a bola não chegou até Eduardo Melo. Pressão total do Tigre. O time da casa tentava apenas chegar nos contra-ataques, enquanto o Criciúma tinha mais posse de bola e criava mais lances de ataque. Aos nove minutos, após cobrança de escanteio, Vinícius Tsumita recebeu na entrada da grande área, mas finalizou alto, pela linha de fundo.

Aos 15 minutos, Brayan Krüger deu um carrinho forte em Renan Areias, mas na bola, o camisa 9, então, avançou e foi derrubado por Vinícius Tsumita, em uma falta forte também, gerando reclamações do time palhocense. Na cobrança de infração, a zaga do Criciúma afastou, mas Bruno Henrique pegou a sobra e tentou avançar, mas Marcelo Hermes cortou. Uma pequena pressão do time de Palhoça, que melhorou na partida, se encorajou mais no ataque e equilibrou o jogo. Aos 20 minutos, Gustavo Alexandre avançou pela direita e cruzou para Kevin Krüger que apareceu sozinho, entre os zagueiros, para abrir o placar: 1 a 0 para o time palhocense. O gol saiu quando os donos da casa assumiam o controle do confronto. O Criciúma começou bem a partida, mas diminuiu o ritmo, perdeu ímpeto e permitiu o avanço do adversário, que abriu o placar.

Porém, o Tricolor Carvoeiro deu uma resposta rápida e certeira. Aos 24 minutos, após cobrança de falta de Renan Areias, na intermediária pela direita, Eduardo Melo apareceu bem pelo meio e deixou tudo igual: 1 a 1. O Tigre aproveitou o momento  e virou o jogo: após cruzamento de Vinícius Tsumita, Hygor escorou, Eduardo Melo não conseguiu o domínio, devolveu para Hygor que tocou para Marcos Serrato finalizar, no meio da área, e marcar: 2 a 1. O Criciúma não permitiu que o Guarani se recuperasse do gol de empate e logo passou à frente na partida.

A partir daí, a partida voltou a ficar equilibrada, com leve superioridade do Criciúma, que fazia uma marcação mais avançada. Aos 36 minutos, Eduardo Melo recebeu a bola, na entrada da grande área, tentou girar e caiu, mas o árbitro nada marcou. A partir daí, o primeiro tempo encerrou com a partida equilibrada, cheia de faltas de ambos os lados e vitória parcial do Criciúma.

Time da casa chega à igualdade no final da partida

Logo no primeiro minuto da etapa final, Hygor apareceu pela direita e cruzou, mas Guilherme Olavo colocou pela linha de fundo para escanteio. Na cobrança, a finalização para a defesa de Jonathan Aguiar. O Criciúma voltou melhor e dominando o confronto. O time da casa tinha dificuldade de sair do campo de defesa. Aos sete minutos, André Carlot cruzou da esquerda e Brayan Krüger cabeceou fraco para a defesa de Alisson. Aos 11 minutos, Lucas Xavier fez boa jogada individual, mas foi desarmado. No contra-ataque, André Carlot recebeu na esquerda e cruzou, mas a zaga afastou. Após a segunda cobrança seguida, a defesa do Criciúma tirou o perigo. Aos 13 minutos, Alisson salvou o Tigre. Após cruzamento de André Carlot, Bruno Henrique cabeceou sozinho, na segunda trave, mas o camisa 1 do Criciúma fez uma grande defesa para o Tricolor Carvoeiro. O Tigre, novamente, tirou o pé do acelerador e deixou o time de Palhoça crescer no jogo.

Aos 17 minutos, Renan Areias lançou Hygor, que estava praticamente dentro da área, mas foi derrubado por Guilherme Olavo. Falta e cartão amarelo para o jogador do time palhocense. Na cobrança de Renan Areias para Vinícius Tsumita, a bola bate na barreira e sai para escanteio. A zaga do Bugre de Palhoça demora, mas afasta. Aos 24 minutos, Kendy tentou cruzar, mas a bola foi direto para o gol, Alisson não pegou firme, Gustavo Alexandre cabeceou para o meio, mas Thulio Lelis perdeu a chance de empatar.

Aos 33 minutos, Renan Areias cometeu falta em André Carlot. O camisa 6 cobrou, a bola sobrou para Heryck Vieira na direita que cruzou para Thulio Lelis bater forte para igualar o placar: 2 a 2. A partir daí, a partida voltou a ficar truncada e sem grandes chances para ambos os lados. No final, igualdade que não garante o Tigre na primeira posição da fase classificatória e nem salva o Guarani de Palhoça do rebaixamento.

Campeonato Catarinense – Série B – 8ª Rodada

27/07 – 15 horas – estádio Renato Silveira, em Palhoça

GUARANI

Jonathan Aguiar; Gustavo Alexandre, Guilherme Olavo, Pavani e André Carlot; Heryck Vieira, Kendy (Willyam Martins)  e João Gabriel (Renan Pitbull); Bruno Henrique (Vini Moraes), Brayan Krüger (Thulio Lelis) e Igor Paim (Maylson). Técnico: Luis Carlos Cruz

CRICIÚMA

Alisson; Jackson (Zé Marcos),Rayan e Kadu Ribeiro; Hygor (Lucas Poletto), Marcos Serrato (Rodrigo Souza), Renan Areias, Vinícius Tsumita (Alexandre Tam) e Marcelo Hermes; Eduardo Melo e Lucas Xavier. Técnico: Rodrigo Leitão (auxiliar)

Arbitragem: Diego da Costa Cidral; Auxiliares: Diogo Berndt e Hector Andrew Lisboa Jacques

GOLS: Kevin Krüger (G) (20/1T) e Thulio Lelis (34/2T); Eduardo Melo (24/1T) e Marcos Serrato (25/1T)

Cartões Amarelos: Marcos Serrato e Renan Areias (C). Guilherme Olavo (G)

Cartões Vermelhos: Não houve

Público: Não divulgado

Renda: Não divulgado

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.