- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Goiânia

- PUBLICIDADE -

De olho em uma das três vagas restantes para a Série A do ano que vem, o Criciúma visita, hoje, a partir das 19 horas, o Vila Nova. A partida será no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, o Oba, em Goiânia. O Tricolor Carvoeiro está a oito jogos sem perder, na Série B, e entrou de vez na briga pelo acesso. A luta, porém, não aumenta a responsabilidade por uma vitória. Segundo o goleiro Gustavo, essa exigência é constante no clube. “A responsabilidade sempre existe. A gente sabe que, vestindo a camisa do Criciúma, a gente está sempre sendo cobrado para vencer. Então, não vai mudar muita coisa para a gente. Claro que a gente tem um jogo onde precisamos vencer, a gente sabe do compromisso que temos, mas também sem pressão e colocar muita carga em cima da nossa equipe”, pontua.

Gustavo ressalta que os grandes objetivos do ano estão cumpridos: o acesso para a Série A do Catarinense e a manutenção para a Segunda Divisão nacional de 2023. Desta forma, os jogadores vão desfrutar os seis jogos restantes, mas sabendo da real possibilidade de subir para a Primeira Divisão. “Nós temos possibilidades e grandes chances, até pelo que a gente vem desenvolvendo ao longo do campeonato: a equipe vem de diversos jogos sem perder. Faz um tempo que a gente não perde e não vamos perder. Isso só nos dá confiança para essas últimas seis partidas. Vamos desempenhar um grande trabalho e, quem sabe, conseguir beliscar o acesso”, comenta.

O Vila Nova é o terceiro colocado do returno, com 24 pontos, em 13 partidas. O Criciúma vem logo atrás com 22 pontos na mesma quantidade de jogos. Desta forma, o goleiro sabe a dificuldade que aguarda o Tricolor Carvoeiro na noite de hoje. “Vamos pensar em vencer esse jogo, que é muito difícil. O time deles vem muito bem no campeonato e tem suas pretensões. Sabemos que será um jogo muito complicado. Então, é pensamento total no Vila e vamos em busca de fazer um grande jogo para conseguir os três pontos”, enfatiza.

Após o confronto de hoje, o Criciúma fará dois jogos em casa. Gustavo, porém, não pensa nos jogos seguintes. “A gente tem um grande jogo contra o Vila. Então, pensamos primeiro no jogo contra o Vila. Estamos indo um jogo de cada vez. Então, não adianta pensarmos nos dois jogos em casa se não conquistarmos o nosso objetivo aqui contra o Vila. Então, nosso pensamento é só no Vila”, diz.

Chance real de conquistar o acesso

Além do Vila Nova, hoje, o Criciúma ainda enfrentará Náutico, Ituano, Vasco, Ponte Preta e Tombense. São três jogos em casa e outros três longe do Majestoso. Para Gustavo, a missão de conseguir o acesso para a Série A é difícil, porém, possível. “A gente tem uma expectativa muito grande de conquistar o nosso acesso. A gente briga por isso. Faltam seis jogos, a gente sabe que é muito difícil, mas confiamos em nós e está palpável hoje. Então, é jogo a jogo. Vamos pensar na partida contra o Vila, que é muito importante, e não podemos pensar nas partidas da frente, sem antes jogar essa. Então,vamos fazer um grande jogo e ver o que Deus está reservando para nós no futuro do campeonato”, finaliza.

O time que começará a partida de hoje deve ser o mesmo que iniciou o jogo contra o Brusque. O técnico Cláudio Tencati não perdeu jogadores por desgaste, lesão ou cartões. O zagueiro Zé Marcos e o atacante Rafael Bilu seguem em recuperação. Assim, a base deve ser mantida.

Campeonato Brasileiro – Série B – 33ª Rodada

04/10 (terça-feira) – 19 horas – estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, o Oba, em Goiânia (GO)

VILA NOVA

Tony; Alex Silva, Rafael Donato, Alisson Cassiano e William Formiga; Jean, Sousa, Wagner e Arthur Rezende; Neto Pessoa e Hugo Cabral. Técnico: Allan Aal

CRICIÚMA

Gustavo; Cristovam, Rodrigo, Rayan e Helder; Marcos Serrato, Arilson, Fellipe Mateus e Thiago Alagoano; Hygor e Lohan. Técnico: Cláudio Tencati

Arbitragem: Jean Pierre Gonçalves de Lima (RS); Auxiliares: Maurício Coelho Silva Penna (RS) e Bárbara Roberta da Costa Loiola (PA). VAR: Gilberto Rodrigues Castro Junior e Clovis Amaral da Silva (ambos de PE)

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.