Cocal do Sul promove corrida para portadores de necessidades especiais

Treinão Solidário irá acontecer no dia 27 de agosto, às 16h; inscrições estão abertas

Fotos: Divulgação

- PUBLICIDADE -

Participar de uma corrida, seja uma maratona ou qualquer competição, é motivo de superação para qualquer pessoa. E se essa pessoa for portadora de algum tipo de necessidade especial, a superação ganha um significado a mais. E esse é o objetivo do Treinão Solidário, evento que está sendo promovido pelo Governo de Cocal do Sul – a inclusão social.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

O evento é uma parceria da F6D Assessoria Esportiva com a Autarquia Municipal do Desporto de Cocal do Sul, contando também com o apoio da Coopercocal e Pernas Solidarias Içara. O projeto também visa incentivar os que nunca participaram de uma corrida. O Treinão Solidário não é caracterizado como uma competição e sim como um percurso em bloco. Todos poderão participar, podendo ajudar a transportar os portadores de necessidade especial. O evento vai acontecer no dia 27 de agosto, às 16h.

“Queremos proporcionar para eles essa experiência que é a corrida e também arrecadar doações de alimentos, para também na finalidade de doar para a Apae; as pessoas que, muitas vezes, têm receio de se inscrever em uma corrida de rua terão a oportunidade de ver e participar do Treinão Solidário”, ressalta o professor Fabrício Demétrio, um dos responsáveis pelo evento.

Para a corrida, já estão confirmados 20 participantes com necessidades especiais que irão fazer um percurso de 5km. Dessa forma, as pessoas podem se inscrever para serem guias dos participantes portadores de deficiência. As inscrições são feitas gratuitamente pelo número (48) 99611-7473 e levar um litro de leite ou um pacote de café no dia da competição, que serão destinados à Apae.

“O importante é fazer com que as pessoas saibam que é com o intuito de inclusão social, por meio do projeto Pernas Solidarias, que irão disponibilizar triciclos para que as pessoas com deficiência física e que não conseguiriam correr, possam participar de uma prova de corrida”, frisa o responsável pela Autarquia do Desporto do município, Jean Reis. Após a conclusão do evento, será realizada a premiação e a entrega de medalhas.

Além disso, são muitos os benefícios físicos e mentais proporcionados às pessoas com deficiência física: melhora a sociabilidade, a satisfação emocional, além de muitas oportunidades para seus adeptos. Ajudando ainda a torná-los mais independentes no dia a dia.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.