Cocal do Sul: Projeto Gol do Brasil, da CBF, é iniciado

O município é o primeiro do sul do país a implantar o projeto que contempla crianças e adolescentes de 6 a 17 anos

Foto: divulgação

- PUBLICIDADE -

Com o objetivo de oferecer aulas de futebol, cidadania, respeito às diferenças e responsabilidade social, utilizando o esporte para contribuir na formação de meninos e meninas, foi lançado oficialmente em Cocal do Sul o projeto Gol do Brasil, da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Na última sexta-feira, 13, crianças, adolescentes, pais e autoridades se reuniram para a aula inaugural, no Estádio Municipal.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

O momento histórico foi marcado por muita emoção, visto que Cocal do Sul é o primeiro município do sul do país a implantar o projeto. O evento contou com a presença de Elane Silva, representante da CBF, presidente da FCF (Federação Catarinense de Futebol), Rubens Renato Angelotti e autoridades locais.

Em parceria com o Governo de Cocal do Sul, a iniciativa contempla crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos de idade. Desde 2020, o projeto conta com a chancela de cooperação da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).

O Gol do Brasil é uma das principais iniciativas da CBF Social que se utiliza do futebol para ensinar as 10 habilidades de vida estabelecidas pela ONU – autoconhecimento, relacionamento interpessoal, pensamento crítico, pensamento criativo, empatia, resolução de problemas, tomada de decisão, lidar com os sentimentos e o estresse, e comunicação eficaz.

“As crianças e adolescentes representam o futuro e dali podem sair grandes jogadores, mas o projeto vai muito além disso, ele tem o propósito de transformar vidas através do esporte e contribuir para mudanças significativas na vida destes jovens; agora temos o selo CBF/Fifa”, comenta o prefeito Fernando de Fáveri.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.