Aulas de dança de salão gratuitas em Criciúma

Dança está entre as mais de 15 modalidades oferecidas por programa da Fundação Municipal de Esportes

Foto: Talita Grassi

- PUBLICIDADE -

Ouvidos atentos ao ritmo da música, o corpo aquecido para os movimentos e claro, um sorriso largo no rosto. Assim passam as tardes os mais de 30 alunos das aulas de dança de salão no bairro Santa Luzia. Por meio do projeto +Esporte +Futuro, da Fundação Municipal de Esportes de Criciúma, semanalmente a turma se reúne para praticar a dança, mas acima de tudo, a saúde: mental e física.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

“Isso aqui melhora tudo, tudo!” Assim definiu as aulas o senhor Francisco João Bosco. Vindo de Santarém do Pará, aos 66 anos, o recém-chegado a Criciúma aderiu às aulas há três meses e só tem visto benefícios. “Eu nem imaginava fazer isso, a dança, e agora já me faz tão bem, é um estímulo a mais, melhorou tudo, minha saúde, minha disposição e eu até emagreci, estou muito mais saudável”, conta o paraense.

Acompanhado da esposa Ana Catarina, ele passa as tardes de segunda-feira nos passos ditados pelo professor Ernesto José Brugnera. “O objetivo dessas aulas é ensinar quem não sabe dançar, aperfeiçoar quem já sabe e claro, promover saúde. A dança é um exercício físico, estimula a circulação, a coordenação motora e acima de tudo, o convívio social, muitas pessoas se conhecem aqui”, lembra o professor.

Bom para o corpo, bom para a mente

Além de dançar melhor, os participantes do projeto estão melhores nas suas atividades do cotidiano. Antonia da Rosa de Souza, conta que a hora destinada à prática é valiosa para o corpo e para a mente. “A gente adora essa aula, contamos os dias para chegar segunda-feira e vir para cá. Aqui a gente não só dança, mas também alonga, exercita e eu tenho feito isso até em casa também, me faz muito bem paro corpo todo e para minha mente”, conta a aposentada.

Os benefícios que são notados no corpo, são sentidos também na saúde mental. O professor lembra emocionado de uma história recente. “O que me chamou mais atenção foi o relato de uma aluna que tinha depressão e ela entrou nas aulas e depois veio me agradecer dizendo que a dança salvou ela”, conta Brugnera com os olhos marejados. Os relatos são ainda de alívio em dores na coluna, melhora na postura, coordenação motora, ânimo para demais atividades.

A aluna Bete Borges fez questão de lembrar o quanto o local é uma válvula de escape para todos os problemas. “Hoje mesmo eu falei para o professor que achava que não viria, porque estava tão estressada com tantas coisas, aí ele me lembrou que é para isso mesmo que temos que vir. E estou aqui, agora libero meu estresse e fico tranquila amanhã, depois de amanhã, fico leve. Isso aqui é uma terapia”, contou animada.

Os relatos positivos se espalham pela cidade e as turmas estão cada vez maiores. No bairro Santa Luzia eram apenas seis participantes iniciais, hoje já são mais de 30. “A gente começou a falar de todos esses benefícios, de como isso é bom para todas as pessoas e convidar, o pessoal começou a vir e está maravilhoso. Mas é claro, a gente está sempre querendo mais pessoas”, completou Bete.

Basta querer dançar

As aulas são oferecidas de forma gratuita por meio do projeto +Esporte +Futuro da Fundação Municipal de Esportes de Criciúma. Os interessados podem se inscrever para os núcleos nos bairros Santa Luzia, Las Vegas, Jardim das Paineiras e Ana Maria. Podem participar crianças, adultos e idosos, sem distinção de idade.

“É só vir para cá! Não precisa ter par, não precisa de dupla, aqui a gente junto todo mundo, reveza, dança junto, dança separado, basta querer”, conta o professor. Para consultar os horários disponíveis os interessados podem ligar no número 3445-7015 ou acompanhar as orientações no perfil da FME no instagram, no @fme.criciuma, além de conhecer todas as modalidades que podem ser praticadas também de forma gratuita.

O presidente da Fundação, Neto Uggioni, lembra que essa é uma das mais de 15 modalidades disponíveis no programa. “O +Esporte +Futuro foi criado justamente com esse intuito, de mudar a vida das pessoas, de promover o acesso ao esporte, de integrar, de levar saúde aos bairros e é muito bom ver isso se cumprindo tão bem. E o melhor, além da dança, são mais outras várias modalidades sendo oportunizadas”, pontuou.

O coordenador do programa Junior Rampinelli reforça o convite. “É muito importante que a comunidade participe, que saiba que é gratuito, que ganham uniforme, bons espaços para essas práticas e que cada vez mais estamos buscando novos participantes, novos núcleos, sempre focados no objetivo de promover a saúde por meio desse programa que já é sucesso”, comentou Rampinelli.

O convite é reforçado por todos os alunos. “Eu recomendo para todas as pessoas, venham! Se você é idoso ou não, estando ou não aposentado, se você quiser melhorar sua saúde, seu bem-estar, venha para essas aulas, pode vir que melhora 100%”, convocou seu Francisco.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.