Turvo: Equipe do Censo participa de treinamento

Os profissionais que atuarão no Censo 2022 passaram por treinamento. Na próxima semana ocorre a contratação para que realizem as coletas domiciliares entre os dias 1 de agosto e 31 de outubro deste ano

Fotos: Divulgação

- PUBLICIDADE -

A coordenadora de subárea do IBGE, Marlene Dos Santos Barbosa, explica que a capacitação durou cinco dias e foi realizada em Turvo. A aplicação ocorreu pela agência de Araranguá, através de Marcos Pacheco.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

O curso foi aplicado aos 12 profissionais que realizarão a coleta em Turvo, bem como os Agente Censitário Municipal (ACM) e Agente Censitário Supervisor (ACS) de Meleiro, Morro Grande, Timbé do Sul e Ermo. “Agradecemos a prefeitura por nos apoiar com a logística de realização do Censo 2022”. Marlene acrescenta que as próximas etapas envolvem a contratação dos treinados na próxima semana e a realização dos questionários. “Qualquer cidadão pode esclarecer quem são estes recenseadores por meio do site e do telefone do IBGE. São pessoas da comunidade que foram credenciadas e estarão com o colete e os materiais identificadores. Alguns inclusive já trabalharam no Censo 2010”.

 

O Censo é uma ferramenta importante para organização do município, estado e do Brasil. Sem informações sobre a sociedade brasileira é impossível planejar com eficiência quaisquer políticas públicas ou projetos da iniciativa privada. Conhecer quantos somos, como somos e como vivemos é parte essencial do trabalho do IBGE.

Há expectativa de serem visitados 4054 domicílios em Turvo com cerca de 13.080 habitantes. Serão contratados para o trabalho um agente municipal, dois agentes supervisores e 12 recenseadores. Serão aplicados dois tipos de questionários: básico (27 perguntas) e amostra (77 perguntas), um de cinco e outro de 14 minutos. A definição de qual é aplicado é pelo sistema do aplicativo.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.