Formatura celebra conquista de acadêmicos UniSatc

Estudantes participaram da cerimônia interna na noite desta quinta-feira

Fotos: Divulgação

- PUBLICIDADE -

O auditório João Luiz Novelli ficou lotado com familiares e amigos dos mais de 70 formados do Centro Universitário Satc (UniSatc). A noite especial marcou o encerramento de um ciclo importante e único na vida dos acadêmicos. A formatura interna foi realizada na última quinta-feira, 25.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

A cerimônia envolveu os formados de Automação Industrial, Design, Engenharia de Computação, Engenharia de Minas, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Engenharia Mecatrônica, Engenharia Química, Jornalismo, Manutenção Industrial e Publicidade e Propaganda. O juramento foi feito pela agora engenheira de minas Heloisa de Costa Martinello.

Para o designer Gean Lucca Milioli, a conclusão representa mais que o fim de um ciclo, mas a confirmação de boas escolhas. “Comecei a trabalhar já no primeiro semestre da graduação e isso foi muito importante. No curso, pude explorar mais ideias, testar e desenvolver projetos sem a correria do mercado. Isso foi fundamental para criar uma base e ter o apoio dos professores”, ressaltou o designer.

Ao todo, mais de 70 alunos concluíram a graduação. Nos últimos anos, eles passaram boa parte das suas noites dedicados aos estudos. “O que dá sentido à escola é a possibilidade de cometermos erros. Temos metodologias, dispositivos didáticos e simuladores que nos dão a possibilidade de fazer experimentações. Nunca desistam de aprender, nunca achem que estão velhos ou novos demais para isso”, orientou o pró-reitor de Ensino e Extensão da UniSatc, Jovani Castelan.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.