Plano auxilia no conhecimento da região

Iniciativa liderada pela Unesc ajuda os políticos, empresários e moradores das cidades da Amesc a notarem as potencialidades e défi cits da região onde vivem

Foto: Nilton Alves/TN

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte
Araranguá

O Plano Amesc, além de pensar a região para os próximos 10 anos, ajuda os moradores das cidades da região a conhecerem melhor o território onde vivem. “É um dos projetos mais interessantes que já presenciei. Nós estamos aprendendo a conhecer a cidade.
Vendo situações que não conhecíamos. A gente não tinha determinados valores de quantidades. Para nós está sendo muito interessante e está fazendo a gente aprender a pensar também. Muitas vezes, temos ideias e guardamos elas. Não passamos para frente. Isso é errado. Ali, nas reuniões do Plano, é diferente: todo mundo está presente e expondo os pontos de vista”, diz João Inácio Barbosa, secretário de Finanças de Araranguá.

- PUBLICIDADE -

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

Todos os pontos de vistas são comentados e as pessoas participantes se envolvem nas ideias debatidas. “Tem uma grande quantidade de pessoas com os mesmos pensamentos.
Por exemplo: quando envolve turismo, muita gente pensa sobre isso: não apenas turismo de praia, mas também em turismo rural, de pesca, náutico… Eram situações que não pensávamos. A parte de energia, que é interessante porque, aqui no municípios, estamos meio ‘capengas’ nessa parte”, destaca João.

No primeiro workshop, em Araranguá, quase 250 pessoas prestigiaram o evento. “O segundo, que foi aberto, colocamos 90 pessoas, em um final de tarde. E o terceiro, mais para empresários, colocamos em torno de 80 representantes de empresas no encontro. Bastante gente se movimentou”, enfatiza o Secretário.

Até dezembro, o projeto deve ser concluído. “Nós temos que terminar esse projeto e vamos até o fim. Vai ficar um livro, com uma encadernação muito bonita, para que haja cobrança. É uma corrente: um município crescendo, os outros vêm junto. Por exemplo, a BR-285. Ela envolve não apenas Araranguá, mas vários municípios. Aumenta o turismo para nós. Muita gente que não vinha, vai chegar aqui”, detalha João.

Dados que impressionam os participantes dos encontros
Para o presidente da Amesc, e prefeito de Timbé do Sul, Roberto Biava, os dados levantados nos encontros impressionam a todos. Inclusive os prefeitos. “Em primeiro lugar, temos que agradecer pelo excelente trabalho que está sendo feito. Eu fui em cada município e foi diagnosticado, na realidade, o que precisa se priorizar e trabalhar em cima. Em muitos, é a agricultura, em outros o turismo, em outros ainda a facção, enfim…
Esse diagnóstico do Vale do Araranguá mostra o real potencial da nossa região. Isso para nós é muito importante. Todos os prefeitos ficaram impressionados com os números apresentados de cada município. Isso faz com que cada prefeito, agora, saiba onde tem que agir na administração. Onde o município precisa de investimento”, comenta.

Leia a matéria completa na edição desta segunda-feira, 15 do jornal impresso Tribuna de Notícias.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.