Pelo segundo ano consecutivo, Rincão é a cidade da Amrec que mais cresce

Os dados foram divulgados pelo Movimento Econômico da Amrec

Foto: divulgação

- PUBLICIDADE -

Balneário Rincão vem se destacando nos últimos anos e ganhando visibilidade no movimento econômico da região. Com pouco mais de 14 mil habitantes, a cidade recebe na alta temporada mais de 150 mil pessoas, e é o município que mais cresce na região carbonífera, pelo segundo ano consecutivo, conforme dados recentes, divulgados pelo Movimento Econômico da Amrec.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

“Mais uma conquista para nossa cidade, e é com trabalho de todos, do governo municipal e da iniciativa privada. Buscamos ter essa aproximação com os setores, para que possamos crescer juntos.  Estamos trabalhando para atrair mais empresas para o Rincão, investindo também em infraestrutura para dar suporte às empresas e aos nossos comerciantes. Também adquirimos mais 9 hectares para o distrito industrial, além de possibilitar incentivos fiscais”, destaca o prefeito Jairo Custódio.

A economia do município cresceu 37,06% do ano anterior, no qual Balneário Rincão também foi o município que mais cresceu da Amrec. A média do estado de Santa Catarina foi 20,8%. Esses números são do valor adicionado.

“O estudo foi feito pelo setor do Movimento Econômico da Amrec e só temos a comemorar, além de secretário, também sou comerciante e sei das dificuldades que já passamos por aqui, hoje, temos movimento inverno e verão, antes, vendíamos no verão para nos manter no inverno. Nossa situação mudou, somos uma cidade com movimento o ano todo”, comemora o secretário de Administração e Finanças, Ramires Lino.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.