Moradores de Forquilhinha atingidos pelas chuvas poderão sacar FGTS

A liberação deve ser feita por meio do Aplicativo FGTS da Caixa até o dia 26 de setembro

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

Os moradores de Forquilhinha nas áreas atingidas pelas fortes chuvas no último mês de maio, podem solicitar o saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) por calamidade. A liberação deve ser feita por meio do Aplicativo FGTS da Caixa até o dia 26 de setembro.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

Também é necessário possuir saldo na conta do FGTS e não ter realizado saque pelo mesmo motivo em período inferior a 12 meses. O valor máximo para retirada é de R$ 6.220,00.

Uma equipe da Coordenadoria da Defesa Civil Municipal estará à disposição dos moradores que encontrarem dificuldade para realizar a solicitação. O atendimento acontecerá na Prefeitura, das 8h às 17h, sem fechar ao meio-dia na Casa do Empreendedor.

Saiba quais as ruas atingidas:

Bairro Cidade Alta

Rua 105

Rua Beira Rio

Rua Brasil

Rua Da Liberdade

Rua Independência

Rua Nossa Senhora Das Graças

Rua São Miguel

Bairro Nova York

Av. 79

Av. 80

Av. 82

Rua Celso Roque Forgiarini

Rua Francisco Ronchi

Rua Orlando Sebastião

Bairro Ouro Negro

Rua 167

Rua 181

Rua Antônio Machado

Rua Francisco Ronchi

Rua João Denski

Rua Lino Forgiarini

Rua Teodora Carlos Machado

Bairro Santa Cruz

Rua Osni de Jesus

Bairro Vila Franca

Rua 1° De Maio

Rua 12 De Outubro

Bairro Vila Lourdes

Rua José Arns

Rua José Daminelli Netto

Rua Renato Russo

Comunidades de interior

Santa Terezinha, Taquara, Santa Rosa, São José, Linha São José, São Pedro e Barra Da Sanga

Aplicativo

O aplicativo está disponível para download gratuito nas plataformas digitais e é compatível com os sistemas operacionais Android e IOS. No passo a passo os moradores devem realizar o download do app FGTS e inserir as informações de cadastro; ir na opção “Meus saques” e selecionar “Outras situações de saque — Calamidade pública” — acessar a cidade.

Para comprovar, devem encaminhar foto de documento de identidade, comprovante de residência em nome do trabalhador, emitido até 120 dias antes da decretação de calamidade. Após a documentação, selecionar a opção para creditar o valor em conta CAIXA, inclusive a Poupança Digital CAIXA Tem, ou outro banco e enviar a solicitação.

O prazo para retorno da análise e crédito em conta, caso aprovado o saque, é de cinco dias úteis.

Informações sobre a documentação

Carteira de Identidade — também são aceitos carteira de habilitação e passaporte;

Comprovante de residência em nome do trabalhador: conta de luz, água ou outro documento recebido via correio, emitido até 120 dias antes da decretação de calamidade.

Certidão de Casamento ou Escritura Pública de União Estável, caso o comprovante de residência esteja em nome de cônjuge ou companheiro (a).

Para mais informações, os trabalhadores podem acessar o site da CAIXA ou entrar em contato com a CAIXA pelo Fale Conosco 0800 726 0207.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.