Maior parte do aço importado chega por meio do Porto de São Francisco

Nos cinco primeiros meses deste ano foram 1,2 milhão de toneladas importadas através do complexo portuário do Norte catarinense

Foto: Billy Culleton/Ascom/Porto SFS

- PUBLICIDADE -

O Porto de São Francisco do Sul é a porta de entrada da maior parte do aço utilizado no Brasil. Nos cinco primeiros meses deste ano foram 1,2 milhão de toneladas importadas através do complexo portuário do Norte catarinense, o que representa 58% do total desembarcado no país (2 milhões de toneladas). Os dados são do Instituto Nacional dos Distribuidores de Aço (Inda).

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

Segundo informações repassadas pelo presidente da entidade, Carlos Loureiro, à Agência Reuters, somente no mês de maio o Porto de São Francisco foi responsável por 61% das importações de aço plano no Brasil.

Em maio, navios descarregaram 266 mil toneladas do produto, que chega da China em forma de bobinas. O total importado pelo país, em maio, atingiu 436 mil toneladas.

Desde o início do ano a importação de aço vem crescendo progressivamente no Porto de São Francisco: além das 266 mil toneladas de maio, em abril foram 253 mil; em março, 249 mil; em fevereiro, 247 mil, e em janeiro, 166 mil.

“A nossa estrutura portuária se preparou nos últimos tempos para dar mais fluidez à movimentação de produtos como o aço, aumentando a competitividade de São Francisco do Sul”, afirmou o presidente do Porto, Vladimir Fey, lembrando que neste ano foi aberto um novo gate, com três balanças, o que agilizou a entrada e saída de caminhões na área portuária.

*Via Governo do Estado de Santa Catarina

Foto: Foto: Billy Culleton/Ascom/Porto SFS
-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.