Criciúma: Loteamento Industrial do Verdinho gera expectativa econômica

O local contará com indústrias e empresas de segmentos variados, como de produtos químicos, medicamentos e transportes

Foto: Nilton Alves/TN

- PUBLICIDADE -

Letícia Ortolan/Tribuna de Notícias
Criciúma

Os trâmites do Loteamento Industrial do Verdinho (Liv), em Criciúma, avançam cada vez mais. Ainda nesta semana, o Governo Municipal irá lançar mais um edital de concorrência pública para a venda de 13 lotes. Na última segunda-feira, oito contratos de compra foram firmados. São 21 terrenos ao total, com área mínima de 3 mil metros quadrados e máxima de 20 mil. O local contará com indústrias e empresas de segmentos variados, como de produtos químicos, medicamentos e transportes.

- PUBLICIDADE -

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

As empresas que adquiriram os terrenos foram a GC Medicamentos, LTH Empreendimentos Imobiliários, Zaffira Comércio, Distribuição e Representação, Thermoart Fornos Industriais e Equipamentos Agroindustriais, Medeiros e Wilson – Indústria e Comércio de Lubrificantes e Olga Gordeeva.

“A expectativa, ao longo dos próximos anos após o começo das atividades, é que o distrito gere grande número de empregos. A drenagem e terraplanagem estão sendo feitas e acreditamos que até dezembro as construções das empresas sejam concluídas para janeiro de 2023, os trabalhos começarem”, explicou Agenor Brunel, coordenador da Casa do Empreendedor da Prefeitura de Criciúma.

Jorge Leandro Medeiros e Rafael Regis Wilson são sócios fundadores daIndústria e Comércio de Lubrificantes, localizada no bairro Pinheirinho. Os dois firmaram o contrato com a prefeitura, adquirindo de um terreno de 10 mil metros quadrados, dez vezes maior que o local onde estão instalados atualmente. A firma foi fundada em 2012, e durante quatro anos, ficou em um espaço de 100 metros quadrados.

A localização próxima da BR-101, foi um dos principais fatores que os motivou a comprar um terreno no Liv. “A gente já vinha tendo alguns projetos, mas por conta da pandemia, a situação econômica ficou difícil. Porém, agora conseguimos fazer essa aquisição e ano que vem começamos nossas fabricações. O local é estrategicamente muito bem puncionado, para nós que recebemos vários caminhões de matériaprima que vem de longe, é muito bom”, explicou Regis.

Leandro ainda acrescentou que o desejo de expandir a empresa também foi um fator para a futura migração. Hoje em dia a fábrica conta com 20 funcionários.Após se instalarem no local e colocarem e prática o planejamento comercial articulado, cerca e 50 colaboradores serão contratados diretamente.

“Temos o objetivo de dentro de três anos alcançar um crescimento, que com certeza vamos precisar de mais colaboradores. O local que estamos já se tornou pequeno para o que queremos alcançar. Adquirimos o lote não só pela localização, mas também pela infraestrutura que vai ter”, salientou Medeiros.

Venda e localização

Nestes primeiros contratos, a venda de terrenos do Liv foi realizada mediamente a 30% do valor de cada lote.  O restante do valor dos terrenos pode ser parcelado em até 12 vezes. No total são 18 hectares, que formam 21 terrenos.

O Liv fica localizado no Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Pedro Raimundo, no bairro Verdinho.O local pode abrigar negócios de pequeno, médio e grande porte. A infraestrutura do novo parque industrial conta com drenagem, terraplanagem, pavimentação, iluminação, etc.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.