Criciúma: Acadêmicos de Design UniSatc criam luminárias para empresa

Os resultados foram modelos especiais, criativos e que combinam com a proposta de exclusividade da empresa.

Foto: Divulgação UniSatc

- PUBLICIDADE -

Produtos únicos, diferenciados e que trazem as novas tendências de mercado. Os acadêmicos do curso de Design da UniSatc apresentaram suas coleções de luminárias. A proposta foi realizada em parceria com a empresa Luz+, que atua no segmento em Criciúma. Os resultados foram modelos especiais, criativos e que combinam com a proposta de exclusividade da empresa.

O projeto vencedor foi do acadêmico João Pedro Matiola. “Acho que eu entreguei o que eles realmente queriam. Foi uma coleção que representou a Luz+. Consegui trazer fortes tendências do mercado com o mais importante, originalidade”, ponderou João. Também foram premiados os acadêmicos Antônio Miguel Cardoso e Luiza Pizzoni.

- PUBLICIDADE -

A proposta foi desenvolvida ao longo do semestre com a turma da 7ª fase de Design. O professor Rodrigo Casteler Vicentin, na disciplina de Projeto de Produto, desafiou a turma a criar a proposta de uma luminária para a empresa. Para isso, eles seguiram a Metodologia LOD – uma metodologia aplicada no Laboratório de Orientação em Design, que traz etapas dentro da construção de um projeto.

“Eles tiveram inicialmente o processo de cognição e briefing, onde pesquisaram mercado, tendências, visitaram a empresa e aprenderam sobre o público-alvo. Depois, trabalharam as perspectivas de construção dentro de uma ideia conceito. Um dos pontos importantes foi a elaboração de um manifesto poético do produto”, ressaltou o professor.

Cada aluno desenvolveu uma coleção com quatro luminárias. E, ainda dentro disso, cada um optou por uma delas, para apresentar a um corpo de jurados. A apresentação e definição dos vencedores ocorreu nesta semana, no auditório do Cobusiness Satc.

Projetos surpreendem pela criatividade e conexão

Essa foi a primeira vez que a Luz + realizou um projeto em parceria com o curso de Design da UniSatc. Mas, com certeza, não será a última. “Ficamos surpresos com o resultado. Os alunos foram a fundo, pesquisaram, se dedicaram e criaram peças que não estão no mercado, são diferenciadas”, afirmou a empresária Selma Comin.

Juntamente com ela, participaram da banca de jurados as consultoras da Luz+ Bruna Comin e Jesiane Camilo, além da arquiteta Karina Garcia. O equilíbrio dos trabalhos na apresentação levou a um empate entre os três primeiros lugares.

Para desempatar, o grupo levou em consideração a coleção toda e como ela estava conectada com as propostas da empresa. “Foi uma experiência bem positiva. Escolhemos a coleção do João porque estava bem completa e é algo viável para ser implantado”, ressaltou Selma.

O próximo passo, conforme a empresária, é verificar com um fornecedor da Luz+, a Foco Metalo, a viabilidade de implantar a luminária e colocá-la no mercado.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.