Santa Catarina tem nove casos suspeitos de coinfecção por ‘flurona’

Flurona foi o nome dado para a coinfecção pelo coronavírus e vírus influenza

Foto: Andrea Rego Barros / Prefeitura de Recife

- PUBLICIDADE -

A Secretaria de Saúde de Santa Catarina (SES/SC) investiga nove casos suspeitos de “flurona”, infecção simultânea de uma pessoa pelo coronavírus (Covid-19) e pelo vírus influenza (gripe). Os casos suspeitos foram identificados pelo Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN) e foram enviados para o Laboratório de Referência Nacional para Santa Catarina, a Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ/RJ) para confirmação ou descarte. Até o momento, não há casos confirmados no estado.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

Como os dois vírus são respiratórios, as medidas de prevenção para ambos são as mesmas: uso de máscara em locais fechados e ambientes aglomerados; higienização frequente das mãos com água e sabão ou álcool em gel; distanciamento social; isolamento em caso de sintomas respiratórios; e ventilação de ambientes. A Secretaria de Saúde reforça a necessidade de manter essas medidas para a prevenção tanto da Covid-19 quanto da gripe.

Flurona

Flurona foi o nome dado para a coinfecção pelo coronavírus e vírus influenza, ou seja, a infecção simultânea de uma mesma pessoa por esses dois vírus. No estado de Santa Catarina há, neste momento, a circulação de ambos os vírus, o que pode ocasionar a coinfecção.

A Secretaria de Saúde de Santa Catarina esclarece que a coinfecção Covid-19 e gripe pode ocorrer sempre que houver a infecção simultânea de uma pessoa por qualquer variante do coronavírus, com qualquer subtipagem do vírus influenza.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.