Pré-matrícula para novos alunos na rede municipal é iniciado em Criciúma

Processo deve ser feito até o dia 30 de novembro

Foto: Arquivo/Decom

- PUBLICIDADE -

Iniciou nesta quarta-feira, dia 16, o período de pré-matrícula para os novos alunos nas 63 escolas da rede municipal de Criciúma. O processo deve ser feito até o dia 30 de novembro por meio do site da prefeitura, no Portal do Aluno (criciuma.ieducar.com.br/pre-matricula-digital/). As vagas de matrícula são para Educação Infantil, Ensino Fundamental regular e modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA).

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

Durante a inscrição, os pais ou responsáveis deverão preencher dados pessoais do estudante e informar o endereço, para que seja ofertada a vaga mais próxima da residência do matriculado. Segundo o secretário municipal de Educação de Criciúma, Celito Cardoso, um acesso digital será disponibilizado nas escolas da rede para a realização da pré-matrícula. “Pensamos nessa solução principalmente para aqueles que não possuem acesso à internet em casa, e também, para facilitar ainda mais o processo. A pré-matrícula é de extrema importância, para a organização das turmas do ano seguinte”, ressaltou.

Após o período de pré-matrícula, os responsáveis precisam ficar atentos ao cronograma de datas para a entrega dos documentos necessários para a matrícula. Assim como a Educação Infantil e Ensino Fundamental, os interessados em retornar às salas de aula, por meio do EJA, também deverão realizar a pré-matrícula e se atentarem as datas. O edital de matrícula e rematrícula está disponível no Diário Oficial Eletrônico (DOE).

Documentos necessários para a matrícula na Educação Infantil e Fundamental:

– Cópia impressa da Certidão de Nascimento;
– Cópia impressa da Carteira de Identidade;
– Cópia impressa do Cadastro de Pessoa Física (CPF);
– Cópia impressa do Cartão Nacional de Saúde – Sistema Único de Saúde (SUS) atualizado;
– Cópia impressa do comprovante de residência atualizado. Caso o comprovante não esteja no nome dos pais ou responsáveis legais é necessário apresentar, além do comprovante, a declaração do proprietário informando o nome do locatário;
– Cópia impressa do cartão Auxílio Brasil, contendo a numeração dele (caso a família seja beneficiada pelo referido Programa);
– Cópia impressa do Cadastro de Pessoa Física (CPF) e Carteira de Identidade dos pais ou responsáveis legais;
– Declaração de trabalho dos pais ou responsáveis legais, informando o nome da empresa, o horário da jornada de trabalho e o telefone comercial;
– Cópia impressa de Declaração de Guarda emitida pelo Juizado da Infância e Juventude (para as crianças que convivem com responsáveis legais);
– Atestado médico com validade de 18 meses sobre a necessidade de alimentação especial (intolerância à lactose, alergia à proteína do leite, doença celíaca, diabetes, entre outras);
– Laudo médico com o Código Internacional de Doenças (CID) para as crianças laudadas com deficiência;
– Declaração atualizada das vacinas, fornecida pelas Unidades Básicas de Saúde de Criciúma.

Confira o cronograma de entrega de documentos nos CEIMs:

01 e 02 de dezembro – Grupo Multi A (2 a 3 anos e 11 meses) e Grupo Multi B
05 de dezembro – Grupo III (2 anos a 2 anos e 11 meses)
06 de dezembro – Grupo IV (3 anos a 3 anos e 11 meses)
07 e 08 de dezembro – Grupo V (4 anos a 4 anos e 11 meses)
09 e 12 de dezembro – Grupo VI (5 anos a 5 anos e 11 meses)

Confira o cronograma de entrega de documentos nas escolas:

01 de dezembro – Grupo Multi B, Grupo Multi C e Grupo V
02 e 05 de dezembro – Grupo VI (5 anos a 5 anos e 11 meses) e 1º ano
06, 07 e 08 de dezembro – 2º, 3º e 4º ano
09 e 12 de dezembro – 5º e 6º ano
13 e 14 de dezembro – 7º, 8º e 9º ano e EJA

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.