Parcerias para dobrar oferta de educação profissional na rede pública

O objetivo do Estado é dobrar a oferta de ensino técnico na rede estadual, ampliando as 15 mil matrículas atuais para 30 mil a partir de 2023

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

A ampliação da oferta de educação profissional para estudantes do Ensino Médio de Santa Catarina será tema de evento promovido pela Secretaria de Estado da Educação (SED) nesta terça-feira, 16. O objetivo do Estado é dobrar a oferta de ensino técnico na rede estadual, ampliando as 15 mil matrículas atuais para 30 mil a partir de 2023.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

A apresentação terá a participação de instituições que ofertam educação profissional e programas de aprendizagem em Santa Catarina para mobilizar novas parcerias, com base no currículo do Novo Ensino Médio, que começou a ser implantado em 2020 em Santa Catarina. Portanto, o foco nos estudantes que hoje cursam o 1º ano do Novo Ensino Médio e poderão optar em 2023 por uma trilha de aprofundamento.

O Estado busca, nesta nova etapa da implantação, credenciar as instituições para que elas apresentem suas possibilidades de cursos técnicos. Essa oferta estará integrada ao novo currículo, que já inclui itinerários formativos de educação técnica e profissional, de forma a complementar a educação profissional já ofertada na rede.

Atualmente, quase 85 mil estudantes estão matriculados no primeiro ano do Ensino Médio em Santa Catarina, cursando uma Segunda Língua Estrangeira, Projeto de Vida e Componentes Curriculares Eletivos de acordo com seus interesses, a partir de um portfólio da rede. No ano de 2023, estes estudantes poderão iniciar suas escolhas para as trilhas de aprofundamento, que são semestrais, podendo optar por uma área do conhecimento ou por trilhas de um curso técnico, de acordo com seu projeto de vida.

Como as escolhas também estão conectadas com as demandas do mundo do trabalho, a SED irá ampliar e fortalecer a oferta de trilhas de educação profissional, contando com parcerias, sobretudo, nos municípios com menor oferta pelas escolas básicas – buscando ampliar, assim, as oportunidades dos estudantes catarinenses.

Neste processo, a SED também segue fortalecendo os Centros de Educação Profissional (CEDUP). Além disso, a Secretaria já trabalha em parceria com o governo federal, tendo recentemente credenciado instituições como o SENAI e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SENAT), que ofertarão os cursos técnicos de Logística, Técnico em Desenvolvimento de Sistemas, Técnico em Informática para Internet e Técnico em Programação para Jogos Digitais em vários municípios do Estado.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.