Dia Mundial da Saúde: Unesc atende mais de dez mil pessoas a cada mês

Unesc representa importante apoio no serviço prestado à comunidade da região

Foto: Marciano Bortolin/ Arquivo/ Agecom

- PUBLICIDADE -

Quando o assunto é saúde uma coisa é fato: a ajuda é muito bem-vinda. Ao ter dores aliviadas, sintomas e problemas abrandados ou solucionados, o sentimento não pode ser outro que não gratidão. É o que sentem mais de dez mil pessoas que recebem atendimentos em saúde na Unesc a cada mês. São especialidades nas áreas de Medicina, Odontologia, Nutrição, Psicologia, Biomedicina, Enfermagem, Fisioterapia e Farmácia disponíveis de forma gratuita para toda a comunidade de forma colaborativa entre acadêmicos, professores e profissionais. Fora os atendimentos individuais, de crianças a adultos em consultório, atividades de incentivo ao esporte movimentam cidadãos de todas as idades no incentivo à saúde.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

Na data celebrada globalmente neste dia 7 de abril, Dia Mundial da Saúde, a Unesc reitera o compromisso social nesta, que é uma das principais áreas de atuação da Universidade junto à comunidade por meio de incontáveis ações.

O morador do Bairro Ceará, em Criciúma, Gelson Pereira, de 50 anos, é um dos que leva na bagagem a gratidão. Ele encontrou na Universidade um lugar de acolhimento, cuidados e de muito carinho. Gelson usufrui recorrentemente dos serviços de saúde disponibilizados gratuitamente nas Clínicas Integradas da Universidade. Conforme a filha, Nicole Borges Domingos, que o acompanha nas sessões, quando chegaram no local, tiveram o contato com fisioterapia, fonoaudiólogo, terapia ocupacional, o que ajudaram muito na evolução do quadro. Gelson teve três Acidentes Vascular Cerebral (AVCs). “Hoje ele já consegue ficar em pé, dar os primeiros passos. É uma vitória. Esse processo foi fundamental e a ajuda foi com toda a família”, contou Nicole, muito emocionada.

São vidas que ganham novos significados a partir dos atendimentos recebidos e avanços obtidos. É o caso também da Samara Tavares Nichele, 33 anos. “Quando entrei aqui era totalmente dependente. Precisava da ajuda de outras pessoas para tomar banho, me alimentar, para fazer minhas higienes pessoais. Conforme os atendimentos foram realizados eu fui me adaptando. Eu uso próteses nas duas pernas e hoje sou totalmente adaptada. Eu só tenho a agradecer porque os profissionais aqui da Unesc fizeram a diferença na minha vida”, relatou ela que tem dois filhos, uma menina de 10 anos e um menino de um ano e sete meses.

Os dois pacientes fazem parte da dezena de pessoas que utilizam os serviços das Clínicas todos os meses e que oferecem diversas especialidades de forma gratuita. Dentro do espaço, os pacientes são atendidos por acadêmicos capacitados e acompanhados por um professor com experiência nos campos acadêmico e profissional.

Conforme a reitora da Universidade, Luciane Bisognin Ceretta, além dos atendimentos nas clínicas, a Instituição investe energias em de extensão com foco na promoção à saúde e prevenção de doenças, atenção à saúde nos ciclos de vida, gestão em saúde, entre outras temáticas atuais importantes ao cotidiano. “A atenção dedicada ao cuidado com a saúde coletiva é uma de nossas grandes premissas e, pessoalmente, uma grande paixão. Sendo enfermeira com anos de atuação direta nos serviços de saúde, sei a importância de o serviço público contar com um parceiro como a Universidade na prestação de serviços à comunidade”, aponta.

O atendimento de excelência prestado nas mais diferentes especialidades na área da saúde, de acordo com a reitora, é apenas uma das diferentes vertentes de atuação da Universidade no setor. “Nós prezamos pelo ensino prático aliado à teoria desde as primeiras fases, modelo que ganha ainda mais força com a Graduação Multi, formato adotado neste semestre. Os acadêmicos são estimulados desde o primeiro dia de aula a estarem conectados com a missão de cuidar do ser humano de forma humanizada e integral, aliando tecnologia, inovação e sensibilidade. As habilidades de relação entre profissional-paciente, assim como as softs skills são importantes ao mercado de trabalho em geral, são determinantes para o bom resultado do atendimento. Disso não abrimos mão”, destaca, orgulhosa.

Os agendamentos para atendimentos gratuitos nas Clínicas Integrados podem ser realizados por meio do WhatsApp institucional da Unesc, no número (48) 3431.2654 ou pelo telefone 3431.2532. Ao ligar, é obrigatório informar o número do CPF e do cartão do Sistema único de Saúde (SUS), assim como apresentá-los no dia da consulta, junto a um documento com foto. Para os casos de agendamento nas especialidades médicas é preciso contar com encaminhamento ao especialista, prescrito pelo profissional das Unidades Básicas de Saúde.

Solidariedade e cidadania

Aliadas às terapias e aos procedimentos realizados pessoalmente, por vezes a intervenção farmacológica é primordial no manejo de dores e em tratamentos de longo prazo. Sabendo da dificuldade que muitas famílias têm para adquirirem os medicamentos necessários, há 15 anos a Farmácia Solidária da Unesc foi criada como mais uma forma de colaborar com a saúde da comunidade.

O serviço conta com a solidariedade da comunidade para oferecer cidadania. Por meio da doação de medicamentos já sem uso, além de médicos, indústrias farmacêuticas e distribuidoras de medicamentos, o setor distribui gratuitamente todo tipo de remédios mediante apresentação de receita médica e documento do paciente.

Com o slogan “Doar é o melhor remédio”, a Farmácia, criada e mantida na Unesc, proporcionou doações de medicamentos que correspondem a quase R$ 1,4 milhão somente em 2021, com uma arrecadação equivalente a R$ 2 milhões em medicamentos.

Além deste serviço que representa uma ajuda e tanto para pessoas como Bruna Picolli Marcos, de 24 anos, que faz uso de medicação contínua e encontra no local uma forma de garantir a continuidade do tratamento e economizar quantia significativa no gasto mensal. Assim como ela, qualquer pessoa, de Criciúma ou de fora do Município, pode entrar em contato com o serviço por meio do atendimento por Whatsapp no telefone (48) 99644-1887, seguir as orientações e conferir se há disponibilidade do medicamento prescrito naquele momento.

O serviço recebe doações de medicamentos dentro e fora da validade para doação ou descarte correto, respectivamente.

Nos casos em que não há medicamentos disponíveis na Farmácia Solidária, os pacientes moradores de Criciúma podem recorrer ainda à Farmácia Escola, serviço paralelo, oferecido também nas Clínicas Integradas com atuação de alunos, professores e colaboradores.

Neste serviço o paciente pode abrir um pedido para disponibilização de medicações que integrem o Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (CEAF), ligado ao SUS. O contato com a Farmácia Escola pode ser feito pelo mesmo número de Whatsapp e pelo telefone (48) 3431.2789 para esclarecimento de dúvidas.

Parceria com o Município

Além da Farmácia Escola, muitos outros serviços disponibilizados no Espaço das Clínicas Integradas contam com a parceria entre Universidade e o Município de Criciúma. São atendimentos no Ambulatório de Feridas, cuidados com pacientes ostomizados, o Núcleo de prevenção às violências e promoção da saúde (Nuprevips), isso tudo sem contar a colaboração em escolinhas de incentivo ao esporte, outra forma de promover cuidado em saúde.

A oportunidade de contar com uma Universidade com a qual tem relação de extrema confiança, para o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, significa um grande apoio na luta pelo melhor serviço prestado à comunidade. “Saúde é uma prioridade em Criciúma. Graças à resiliência da nossa gente, principalmente, em meio à pandemia, e ao apoio de importantes instituições, como a Unesc, ofertamos serviços de saúde de qualidade aos criciumenses. A Unesc é a nossa Universidade Comunitária e uma grande parceira da Prefeitura de Criciúma. Uma parceria que tem gerado bons resultados ao município e aos moradores”, destaca.

Novos e grandiosos passos

Serviços como os oferecidos nas Clínicas já tem qualidade e importância reconhecidas no Município e em toda a região, de onde saem pessoas todos os dias com destino à Unesc em busca de atendimentos. Paralelamente ao trabalho desenvolvido dentro do campus estão ainda as atividades de extensão, que levam informação e serviços para os próprios territórios das comunidades, e novas parcerias ainda maiores estabelecidas.

É o caso da gerência da Unidade Básica de Saúde (UBS) do Centro de Criciúma, que, no início de maio, passará a ser de responsabilidade da Universidade. A proposta, conforme a coordenadora dos cursos da área da saúde na Unesc, Graziela Amboni, é de levar a excelência da Instituição para os atendimentos no posto que é um dos principais da cidade. “Temos nesse projeto um grande desafio e uma oportunidade ainda maior. Nossos acadêmicos estarão conosco na missão de aprimorar cada vez mais os processos, gerar celeridade e humanização. Tudo isso faz parte da missão da Universidade e se adequa ainda mais ao projeto pedagógico chamado de Graduação Multi que traz a proposta de imersão dos estudantes nos ambientes reais de aprendizagem”, aposta.

Nos próximos dias mais um grande serviço estará disponível por meio da união entre Município e Unesc. Desta vez o foco será na utilização do corpo técnico e da estrutura da Unesc nos tratamentos pós-Covid.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.