Criciúma: Irá receber congresso de empreendedorismo jovem brasileiro

Cerca de 450 empresários juniores se reúnem, na Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc)

Foto: Arquivo/Agecom/Unesc)

- PUBLICIDADE -

Criciúma se prepara para receber o maior congresso de empreendedorismo jovem do Sul do país. Entre os dias 8 e 10 de julho, cerca de 450 empresários juniores se reúnem, na Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc), em torno de uma programação repleta de palestras, workshops e networking. Depois de uma pausa por conta da pandemia, o Congresso Catarinense de Empresas Juniores (ConCEJ) retorna ao seu formato presencial, com o objetivo de fomentar e desenvolver o crescimento dos negócios no Estado.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

Realizado pela Federação de Empresas Juniores de Santa Catarina (Fejesc), o congresso estimula os jovens a pensarem sobre o papel que desenvolvem no meio em que estão inseridos, ajudando na construção de uma comunidade mais empreendedora. De acordo com a presidente executiva da Fejesc e coordenadora institucional do evento, Victória Zaboti, as expectativas são as melhores possíveis. “Será um encontro totalmente imersivo, com palestrantes do Brasil todo. Após dois anos, vamos conseguir unir novamente a força do Movimento Empresa Júnior em um só local”, enfatiza.

Para participar do evento, é preciso se inscrever pela plataforma PartYou. O primeiro lote será liberado no dia 26 de maio. “Acreditamos que esta edição será grandiosa, e não apenas na quantidade de congressistas participantes, mas também pela qualidade do conhecimento adquirido. O Congresso vem para consolidar a nossa busca por aprendizados e conexões”, enfatiza Victória, ao complementar: “é uma responsabilidade imensa entregar este projeto para uma rede de empreendedores juniores tão grande e forte quanto a de Santa Catarina. Mas quanto maior o desafio, maior também é o resultado. Esperamos que este ConCEJ seja uma virada de chave na vida de cada empresário que estiver presente”.

O que é o Movimento Empresa Júnior

O Movimento Empresa Júnior (MEJ) consiste em um conjunto de empresas totalmente geridas por estudantes. Estas empresas, conhecidas como Empresas Juniores (EJs), são organizações sem fins lucrativos formadas e lideradas por alunos de cursos de graduação, nas quais os lucros são investidos em capacitação e educação dos membros, além da própria infraestrutura da EJ. Elas caracterizam-se pela prestação de serviços com custos diferenciados e de alta qualidade; e têm a finalidade de proporcionar vivências práticas organizacionais aos empresários juniores. “Talentos são formados nas EJs para impactarem a sociedade e as organizações por onde passarem”, frisa Victória.

Atualmente o MEJ conta com mais de 1,4 mil empresas e mais de 26 mil empresários, espalhados pelas 27 unidades federativas do país. Em 2021, o movimento, que coloca o jovem como protagonista, impactou mais de R$70 milhões na economia brasileira, valores que são integralmente reinvestidos na educação empreendedora dos estudantes.

Foto: Divulgação
-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.