Criciúma implanta sistema de capacitação orientada para servidores

Escola Municipal de Governo oferecerá uma série de cursos de qualificação para profissionais da prefeitura

Foto: Eduarda Salazar

- PUBLICIDADE -

O Governo de Criciúma, por meio da Secretaria-Geral do Município e Secretaria Municipal de Educação, lançou nesta sexta-feira, dia 11, uma nova ferramenta de planejamento estratégico, que oferecerá uma série de ações para aprimorar o conhecimento dos servidores públicos. A Escola Municipal de Governo (EMG) de Criciúma tem o objetivo de estabelecer medidas para aperfeiçoar, qualificar e atualizar o conhecimento dos servidores públicos, por meio de atividades relacionadas à formação.

> Clique e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

A primeira capacitação da Escola Municipal de Governo já aconteceu. Em setembro, profissionais de todas as áreas da administração municipal se reuniram para a oficina de Elaboração do Plano de Gestão de Riscos e Cadeia Integrada de Valor. “A Escola de Municipal de Governo serve para aprimorar o conhecimento dos profissionais, com o intuito de melhorar ainda mais o serviço prestado à comunidade. Um plano de capacitação com mais de duas mil horas em cursos foi elaborado, onde as categorias foram divididas em seis dimensões, são elas: estratégica, de atendimento, setorial, gerencial, introdutória e formação pessoal”, explicou a coordenadora da Escola Municipal de Governo de Criciúma, Gislene Sala.

Em 2021 o município passou a elaborar o Modelo de Excelência da Gestão (MEG), sistema de referência em gestão do Ministério da Economia, além da criação e execução do Planejamento Estratégico para Gestão Municipal (PEGEM). “Devido a uma alteração no primeiro ciclo de governança e gestão do MEG, era necessário a implantação de um plano de capacitação. Na época, conquistamos a categoria bronze 4. Então, um dos pontos para aumentar a pontuação foi a implantação da Escola Municipal de Governo. Paralelo a isso, foi desenvolvido um sistema para ajudar os servidores no trabalho prestado à comunidade”, ressaltou.

Depois de algumas mudanças no segundo ciclo do MEG, que passou a se chamar Modelo de Governança e Gestão (CGG), precisamos atender alguns requisitos para atingirmos os 35 pontos necessários, e com um Plano de Capacitação Orientada, acreditamos que isso será possível”, afirmou. Para a construção do plano, foi instituído uma Comissão de Gestão de Formação Orientada (CGFO).

Algumas capacitações possuem início imediato, como aulas disponíveis em plataformas gratuitas, promovidas pela Escola Nacional de Administração Pública (ENAP), Fundação de Escolas de Governo ENA, Tribunal de Contas da União (TCU) e Ministério da Educação (MEC). “Outros cursos presencias e semipresenciais também serão realizados até 2024. Para isso, a Escola de Governo de Criciúma está buscando parcerias e recursos para viabilizar as práticas de ensino aos servidores”, completou.

O secretário-geral do município, Vagner Espíndola, comemorou a implantação do modelo e agradeceu a equipe que trabalhou na elaboração do sistema. “Não tenho dúvidas que hoje fizemos o maior investimento do nosso governo, pois estamos trabalhando com conhecimento. A Escola de Governo vai nos proporcionar uma capacitação orientada, para que possamos de fato, usar esses ensinamentos para melhorar a qualidade de vida tanto de todos os servidores, quanto da comunidade, assim prestaremos um serviço ainda mais qualificado”, finalizou.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.