Abraços, risos, lágrimas e recordações na formatura de Direito da Unesc

Mais de 80 acadêmicos se formaram na noite deste sábado

Foto: Marciano Bortolin/Agecom/Unesc

- PUBLICIDADE -

“Um homem só tem o direito de olhar outro homem de cima para baixo se for para ajudá-lo”. A frase de autoria do escritor colombiano, Gabriel García Márquez foi utilizada pela reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta na formatura de Direito da Unesc em ato realizado na noite deste sábado (09/04).

Os 84 bacharéis e bacharelas são provenientes das turmas do primeiro e segundo semestre de 2020 e segundo semestre de 2021 que, após terem a formatura adiada por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), puderam festejar a conquista que marca o fim de uma jornada e início de um novo ciclo. “O Direito é a alternativa que o mundo concebeu contra a força bruta. Em lugar de embates e duelos, os debates públicos ao invés de armas, ideias e argumentos desta profissão que tanto consiste em transformar emoções em palavras, interesses em razão em busca do que é certo, justo e legítimo. Para nós, a passagem de vocês pelo curso de Direito da Unesc foi um privilégio. Trata-se de uma safra seguramente especial de jovens de talento e integridade. Na nossa Universidade eles receberam ensino de qualidade, provenientes de uma Universidade de qualidade, conectada com o mundo e focada em transformar a sua região e a vida das pessoas”, salientou a Reitora ao se dirigir aos formados.

- PUBLICIDADE -

Misto de emoções

Era visível o misto de emoções que tomava conta de formados, professores e familiares. O riso e as lágrimas tomavam conta dos rostos que agora não ficam mais atrás das máscaras. “O sentimento de felicidade é algo que não pode ser mensurado. A cada dia que passa, a sociedade precisa de pessoas qualificadas e essa qualificação vai muito além da formação, muito além de decorar artigos de lei, doutrinas e jurisprudência. Nós precisamos auxiliar na formação de uma sociedade mais justa e cuidar do ser humano. independente da área que atuaremos, lidaremos com o sentimento de pessoas que confiaram a nós os seus problemas”, cita a formada Gabriela Fretta.

Gabriela também lembrou um pouco do caminho percorrido entre a sala de aula e os corredores da Unesc, até ter o capelo em sua cabeça e o diploma em suas mãos. “Juntos, concordando ou discordando, vivemos intensamente cada momento. Não podemos dizer que foram anos fáceis. somado às dificuldades da graduação, ainda tivemos que enfrentar os efeitos da pandemia, que nos obrigou a participar remotamente das aulas e a nos reinventar como acadêmicos e pessoas. perdemos exemplos de conduta e caráter, entre eles o professor João Carlos, que nos ensinou muito como profissional e ser humano. hoje carregamos a tristeza de sua presença física, mas com certeza que aqueles que amamos nunca nos deixam”, enfatiza.

Já a bacharela, Larissa Marghoti dos Santos, fez questão de ressaltar a importância que os professores tiveram ao longo da trajetória dela e dos demais. “Os nossos mestres merecem todo o nosso respeito, para além das matérias ensinadas, sempre foram exemplos com suas lições de vida. Expressamos a nossa alegria aqueles que estiveram conosco nesta caminhada. Somos gratos a todos que mesmo de fora nos ajudaram e nos consolaram em todos os momentos, sendo a nossa base e nos dando força”, diz.

Alegria, a matéria-prima da felicidade

A Reitora Luciane Ceretta também destaca o misto de sentimentos vividos ao longo da trajetória. “Certamente vocês vivenciaram muitos sentimentos, e deixou um conselho. “Não tenham medo de perder. Nenhuma vida é feita só de sucessos. eu não saberia contar quantas vezes não cheguei nem perto. E mais: às vezes a gente pensa que ganhou, e perdeu. E às vezes a gente pensa que perdeu, mas ganhou. Esta noite é previsível, a emoção aqui a ser tratada aqui é a alegria, matéria-prima que alimenta a felicidade. É boa a hora de lhes dizer: tenham sempre uma visão igualitária do mundo, ninguém é melhor que ninguém. As pessoas são diferentes, e não uma superior à outra”, complementa.

Acadêmico de Direito, o presidente do Diretório Central dos Estudantes da Unesc (DCE), Vitor Teixeira, além de dirigir a palavra aos agora ex-colegas de faculdade, falou também com os pais. “Cumprimento especial aos pais e mães ou aqueles que acompanham a trajetória destes acadêmicos e futuros advogados e advogadas de perto. Vocês são especiais, parabéns por fazer parte desta conquista também. Hoje tenho a honra de ocupar este espaço, ao lado de pessoas que são mais que colegas, se tornaram grandes amigos a quem desejo muito sucesso na caminhada. Desejamos que pelas mãos de vocês a justiça seja feita com responsabilidade. Obrigado por serem quem vocês são por assumir este compromisso de promover justiça. Nós que permanecemos na Universidade nos inspiramos em vocês”, relata Teixeira.

Lembrança constante

Um nome lembrado durante toda a formatura foi do professor João Carlos Medeiros Rodrigues Junior, que nos deixou há pouco mais de um ano. Ele recebeu todas as homenagens por parte dos bacharéis e bacharelas e do corpo docente. “Em 2020 a pandemia fez o mundo parar, primeiro foram algumas semanas, depois as aulas passaram a ser mediadas por tecnologia, professores e acadêmicos não mais se encontraram nos corredores, ficamos isolados e passamos a ver o mundo de forma diferente. Mas o pior estava por vir: perdemos familiares, impossível não lembrar de quem sempre nos traz muita alegria e que será sempre lembrado nosso colega e coordenador do curso que estaria aqui hoje conosco, certeza que onde estiver estará feliz com a conquista de todos vocês: professor João Carlos Medeiros Rodrigues Junior”, comenta a coordenadora do curso Professora Márcia Piazza.

Ela ainda deixou um recado aos formados. “Vocês venceram todas as adversidades e chegaram a esta noite de comemoração. Não tenham medo de ousar e de fazer a diferença. Traga dias melhores para todos nós e para o nosso país, independente da área que escolherem para atuar”, completa Márcia.

Prontos para o mercado de trabalho

Os mais de 80 formados em Direito saem prontos para o mercado de trabalho, já que a Unesc oferece todas as condições para tal. “A existência do ser humano é composta de jornadas e vocês concluem agora uma delas em um curso de graduação altamente qualificado com 25 anos, pertencente a uma Universidade que nasceu comunitária, se desenvolveu, se conectou com o estado, o país e o mundo. Vocês são o melhor resultado deste trabalho de investimento que a Unesc faz há 54 por meio da educação superior, dos mais de 500 projetos de pesquisas e mais de 300 projetos de extensão, muitos dos quais os abrigaram na Casa da Cidadania, no Centro de Práticas Jurídicas, nos projetos de intervenção na comunidade, nos Diálogos do Direito e tantas outras alternativas apresentadas pelo nosso curso. Uma infraestrutura fantástica que não se encontra facilmente, com um corpo docente determinado a formar os melhores juristas e um conjunto de mais de 1,5 mil estudantes na atualidade. a Unesc está conectada ao mundo por meio dos mais de 500 convênios com países, determinada a envidar esforços para transformar a região, melhorar a vida das pessoas e cumprir a sua missão”, destaca a Reitora Luciane Bisognin Ceretta.

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.