17.3 C
Criciúma
segunda-feira, junho 17, 2024

Hoje é Dia: semana tem Dia Mundial sem Tabaco

Marcando o fim do mês de maio, no dia 31, as ações do Dia Mundial sem Tabaco mobilizam a população para o combate ao tabagismo. A data foi instituída pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 1987 e alerta para a doença que é a principal causa de morte evitável no mundo e se caracteriza pela dependência física da nicotina. 

De acordo com a OMS, o tabagismo mata mais de 8 milhões de pessoas por ano. Dessas, mais de 1 milhão são fumantes passivas. O programa Rádio Sociedade destaca os perigos do uso de cigarros.

Outro inimigo também requer atenção: os cigarros eletrônicos. Criados inicialmente para ajudar dependentes a pararem de fumar, os cigarros eletrônicos se tornaram tendência principalmente entre os jovens e podem ser uma porta de entrada para o tabagismo.

Embora menos tóxicos, eles ainda contém nicotina e podem aumentar em mais de quatro vezes o risco do uso do cigarro, como destaca o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca) em reportagem da Agência Brasil

Em busca de hábitos saudáveis

Por falar em saúde, uma outra data instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) destaca uma alternativa benéfica para a saúde e para o meio ambiente: a bicicleta. O Dia Mundial da Bicicleta é comemorado em 3 de junho e foi instituído em 2018 para incentivar o uso desse meio de transporte.

A data marca ainda os 30 anos da ECO-92, a primeira Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento. O encontro sediado no Rio de Janeiro contou com 178 chefes de Governo e foi responsável por desenvolver metas de responsabilidade social e ambiental expressas no documento Agenda 21.

Passeio de bicicleta Pedal da Paz, no centro do Rio, tem como objetivo chamar atenção para a convivência pacífica entre pedestres, ciclistas e motoristas.
Passeio de bicicleta Pedal da Paz, no centro do Rio, tem como objetivo chamar atenção para a convivência pacífica entre pedestres, ciclistas e motoristas. – Tomaz Silva/Agência Brasil_06/05/2018

No mundo todo, países têm investido no uso das bikes para melhoria da mobilidade urbana e redução da emissão de gases poluentes. Fortaleza é um exemplo positivo no Brasil, com 386 quilômetros de ciclovias e ciclofaixas.

No entanto, é em uma cidade no Pará que a bicicleta não é só o melhor, mas o único meio de transporte.

O município de Afuá, na Ilha de Marajó, é conhecido como a Cidade das Bicicletas. Lá, cerca de 40 mil pessoas se deslocam pedalando pela cidade.

Você pode saber mais sobre Afuá e sobre os benefícios do pedal na série de reportagens Vamos de Bicicleta, da Radioagência Nacional.

O dia 3 de maio também chama a atenção para a importância de hábitos saudáveis no Dia da Conscientização contra a Obesidade Mórbida Infantil. A obesidade infantil já é considerada uma epidemia mundial e estima-se que 254 milhões de jovens de 5 a 19 anos vão conviver com o excesso de peso até 2030, segundo a organização internacional World Obesity.

Para combater esse problema, estilo de vida e alimentação saudáveis são o melhor remédio. Segundo matéria da Agência Brasil, é importante estimular brincadeiras ao ar livre e combater o sedentarismo e o uso excessivo de aparelhos eletrônicos.

Ai, que saudades de Mário Lago

Você provavelmente já deve ter ouvido o samba Ai, que Saudades da Amélia ou ao menos ouvido falar no nome dessa personagem famosa da música brasileira. A obra é apenas um dos memoráveis sucessos de Mário Lago.

Compositor de sucessos da música popular brasileira, ator, roteirista e grande nome da rádio, Mário Lago também atuou em radionovelas como Jerônimo, o Herói do Sertão, da Rádio Nacional.

Mário Lago nasceu em 26 de novembro de 1911, no Rio de Janeiro,  e morreu em 3 de junho de 2022, aos 90 anos. O artista foi homenageado nos programas Memória NacionalHistórias do Frazão Todas as Vozes, da Rádio Nacional.

Cem anos de Bibi Ferreira

E 1º de junho é dia de comemorar mais uma gigante da cultura brasileira. A data marca os 100 anos do nascimento da atriz Abigail Izquierdo Ferreira, conhecida como Bibi Ferreira. Filha do ator e diretor Procópio Ferreira e da bailarina argentina Aída Izquierdo, Bibi já nasceu nos palcos.

A atriz, diretora, cantora e compositora estreou no mundo artístico com apenas 3 anos e brilhou nos palcos até os 93 anos.

Bibi morreu aos 96 anos, em 2019, após uma carreira de sucesso no teatro e na TV. A artista carioca foi homenageada em episódio do Recordar É TV, da TV Brasil, exibido em 2018.

*Com supervisão de Alessandra Esteves

Últimas