13.8 C
Criciúma
sexta-feira, julho 12, 2024

Criciúma: Descontos e promoções na Mega

Tiago Monte

Criciúma

Após resultados positivos nas vendas, durante o período Natalino de 2021, inicia hoje a edição 2022 da Megaliquidação de Criciúma. A ação do comércio local acontece até o dia 12 deste mês. Serão dez dias de promoções especiais para os moradores da região Sul de Santa Catarina. As lojas atenderão em horários especiais: de segunda a sexta-feira até às 19 horas e nos dois sábados até às 13 horas.“Nos preocupamos muito com a megaliquidação, pois é uma promoção em que as pessoas esperam. É um momento de grandes promoções e de girar o estoque. Sabemos que é uma ação consolidada no varejo da região carbonífera. Com certeza, depois do Natal, os consumidores já esperam a megaliquidação da cidade para voltar ao comércio”, comenta o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Tiago Marangoni.

Já quanto à expectativa de crescimento, Marangoni é cauteloso. “O Natal foi muito bom para a economia de Criciúma. Na megaliquidação de 2021 ainda estávamos vivendo as incertezas da pandemia do coronavírus e não podemos comparar. Esperamos que o comércio venda bem e que os lojistas saiam satisfeitos dessa ação”, analisa.

Na Megaliquidação, os lojistas têm a oportunidade de aumentar os descontos, pois estão em época de trocas de coleções e queima de estoque. “Os comerciantes recebem muitas pessoas de outras cidades, e isso faz com que possa ser criado uma relação comercial com um bom atendimento e descontos. É o momento de fazer o estoque girar e fomentar a economia do estabelecimento”, analisa Marangoni. “Do público que irá realizar compras na megaliquidação, 30% é de fora do município e é necessário realizar fidelidade com essas pessoas”, acrescenta.

O presidente ressalta que a Mega virou tradição. “No fim, todos saem ganhando com uma ação tão significativa como esta. A Mega já virou tradição, e clientes de toda a região aguardam este momento para fazer compras. É uma propulsora da economia, em especial neste momento de retomada que estamos vivendo”, enfatiza Marangoni.

*A matéria completa está no TN desta quarta-feira

Últimas