Polícia Civil de Orleans apreende pássaros nativos e autua suspeitos

Divulgação Polícia Civil

- PUBLICIDADE -

Érik Borges

Orleans

- PUBLICIDADE -

Nesta quarta-feira, dia 13, a Polícia Civil de Orleans apreendeu pássaros nativos e autuou moradores por crime ambiental. A Fundação do Meio Ambiente de Orleans (Famor) recebeu denúncia anônima de pessoas anunciando pássaros nativos para venda em redes sociais.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

Acionada, a Polícia Civil identificou os suspeitos. Em vistoria no local, eles encontraram quatro pássaros das espécies nativas “Coleirinho” e “Papa-Banana”.

Os moradores foram autuados e a lei prevê pena de seis meses a um ano de detenção, caso sejam indiciados. Foi aplicada uma infração administrativa (multa de R$ 500 por pássaro) pela Famor contra os suspeitos.

“Os moradores não estavam na residência. Eles forma intimados a comparecer amanhã na delegacia. E nós vamos levá-los na Famor, para fazer a autuação administrativa. Amanhã será lavrado um Termo Circunstanciado (TC) na Polícia Civil e posteriormente serão liberados. A destinação dos pássaros são feitos pela Famor, e ele será devolvido para a natureza”, declara o delegado Fernando Guzzi.

Manter animais nativos em cativeiro é crime. Para denúncia anônima disque: 181 (Policia Civil) ou 3886-0164 (Famor).

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.