Operação Hefesto completa uma semana e três pessoas continuam presas

Duas pessoas foram colocadas em liberdade


- PUBLICIDADE -

O Delegado Ulisses Gabriel continua analisando documentos apreendidos na Operação Hefesto, desencadeada na quinta-feira da semana passada em Morro da Fumaça. Ele deve solicitar mais 15 dias de prazo para terminar os procedimentos da operação que resultou em cinco prisões há uma semana.

Duas pessoas foram colocadas em liberdade, mas três suspeitos de participarem de uma série de crimes continuam detidos no Presídio Santa Augusta. “Ainda nesta semana vamos interrogar outras pessoas, e acabei instaurando outros dois Inquéritos Policiais apurar suposto crime de lavagem de capitais, dinheiro e bens, e outro por agiotagem”, explica Ulisses Gabriel.

Relembre o caso

Operação policial Hefesto cumpriu diversas medidas cautelares decorrentes de duas investigações iniciadas em maio de 2021. Elas acabaram se conectando, onde se apuram crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, receptação, furto de gado, venda de carne de equinos/mula moídos para consumo humano, posse e venda de armas, venda de produto veterinário falsificado e organização criminosa.

- PUBLICIDADE -

Na quinta-feira (16), a Polícia Civil cumpriu hoje nove mandados de busca e apreensão em Morro da Fumaça, sendo oito no CTG Herança do Velho Pai, no Bairro Frasson, e apreendeu mais de 520 quilos de carne, além de drogas, armas e dinheiro. Cinco pessoas foram presas na operação que contou com a participação de mais de 70 policiais civis e militares.

Via Morro da Fumaça Notícias

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.