Novo cangaço: criminosos atacam agências bancárias em SP e fazem reféns

Com modus operandi parecido com o assalto ao Banco do Brasil em Criciúma, desta vez a cidade de Araçatuba, no interior paulista, foi o foco

Fonte: CNN Brasil
- PUBLICIDADE -

Uma quadrilha composta por pelo menos 50 criminosos fortemente armados realizou um ataque ao centro da cidade de Araçatuba, no interior de São Paulo, na madrugada desta segunda-feira (30). De acordo com informações da Polícia Militar, três pessoas morreram, três ficaram feridas e duas foram presas.

Nas redes sociais, há imagens que mostram o uso de reféns como “escudo humano” nos carros em movimento. A informação foi confirmada pela prefeitura da cidade.

- PUBLICIDADE -

Distribuídos em pelo menos 10 veículos, os responsáveis pelo ataque utilizaram explosivos com infravermelho, que foram espalhados em pontos estratégicos da região. Em uma das detonações, um ciclista foi atingido. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dele.

As explosões também causaram queda de energia elétrica em parte da cidade. Ainda segundo os Bombeiros, houve tentativa de assalto às agências do Banco do Brasil e Caixa Econômica, localizadas muito próximas uma da outra.

A Rodovia Marechal Rondon, um dos acesso à cidade, foi fechada pelos criminosos para atrasar a chegada das equipes policiais. Quatro veículos, incluindo um ônibus, foram incendiados: um do lado do Batalhão de Ações Especiais de Polícia (BAEP), dois na rodovia e um no Centro da cidade, próximo às agências bancárias.

Polícias de Bauru, Ribeirão Preto e Presidente Prudente foram acionados para reforço da segurança no local. Segundo informações da prefeitura, o governo do Estado também está ciente do ataque.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública informou que “estão em andamento buscas para localizar os criminosos”. A publicação também informa que “uma equipe do GATE (Grupo de Ações Tática Especiais) também está em deslocamento para o município” e reforça que “mais detalhes serão fornecidos ao término do registro da ocorrência”.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.