Nova Veneza: homem morre em acidente na empresa JBS

O fato aconteceu na manhã desta terça-feira, 01, no Bairro Bortolotto

Foto: guarnição do ABTR-113
- PUBLICIDADE -

Um homem, de 26 anos, morreu em um acidente na empresa JBS, em Nova Veneza. O fato aconteceu na manhã desta terça-feira, 01, no Bairro Bortolotto.

De acordo com o Corpo de Bombeiros a vítima estava trabalhando dentro de um silo de armazenamento de grãos (milho). Após dimensionamento da cena foi tentado contato visual com a vítima por uma abertura lateral que foi acessada via escada. Havia outros dois funcionários dentro do silo que tentavam o resgate da vítima. Foi feito a retirada dos mesmos e ambos relataram que o homem estava com os braços pra cima e com o rosto descoberto pelos grãos. Antes de saírem não conseguiram mais segurá-lo, pois o mesmo estava afundando, pois os funcionários haviam aberto pequenas portas na base do silo para a retirada dos grãos. Como faziam isso apenas de um lado, os grãos poderiam fazer o silo inclinar, vindo a colapsar sua estrutura. Foi feito a abertura de todas as portas para fazer o nivelamento da carga do silo. Através de um pequeno buraco feito por uma retroescavadeira, foi visto parte do corpo da vítima. Com o uso de lixadeiras foi alargado a fenda possibilitando a entrada de resgatistas que fizeram a retirada da vítima já com ausência de sinais vitais.

- PUBLICIDADE -

De imediato o médico do Samu iniciou os procedimentos de reanimação cardiorrespiratória junto com a equipe do SAMU que estava no local. Após a retirada da vítima e deixar o local em segurança sob a responsabilidade da Técnica de Segurança do Trabalho da empresa.

Nota da JBS:

Com muito pesar, a JBS confirma o falecimento de um colaborador em um silo da fábrica de rações em Nova Veneza (SC). A JBS manifesta solidariedade à família do funcionário, que vem recebendo toda a assistência necessária. A empresa aguarda a investigação do ocorrido.

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.