Morador de Criciúma continua desaparecido

O homem de 50 anos tem esquizofrenia e toma diversos remédios controlados

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Edson Adriano de Oliveira, de 50 anos, continua desaparecido. O morador do bairro Cristo Redentor, em Criciúma, saiu de casa no dia 6 deste mês e a família ainda não tem notícias do paradeiro dele. O homem tem esquizofrenia e toma diversos remédios controlados. De acordo com a curadora de Edson, a sobrinha Ester de Oliveira, que mora ao lado da casa dele, já aconteceu de Edson sair outras vezes, mas ele sempre retornava no máximo em 24 horas.

“Só que dessa vez ele não voltou. Já teve várias informações contraditórias, de gente que teria visto ele em Tubarão, em Morro Grande também. Mas todos os locais foram checados pelos meus tios. Registramos Boletim de Ocorrência (B.O) e as autoridades estão cientes. A Polícia Civil já me ligou algumas vezes para saber como está a situação”, declara Ester.

- PUBLICIDADE -

A Polícia Militar também divulgou a foto da vítima, com informações telefônicas para caso alguém tenha visto Edson em algum lugar. “Colocamos anúncios em vários sites e redes sociais, nos desaparecidos da Polícia Civil e Militar. Os agentes da Polícia Civil já vieram aqui em casa, a nossa família também está procurando. Estamos todos em busca de informações sobre o paradeiro dele”, diz Ester.

Edson tem estatura mediana, moreno e provavelmente está desorientado. “Isso porque como ele toma vários remédios muito fortes, acredito que ele não saiba nem dizer o nome dele. Ele toma remédios três vezes ao dia, além de injeção também, de 15 em 15 dias”, ressalta Ester.

Segundo ela, no dia do sumiço, ele agia normalmente. Foi na padaria pela manhã. Depois, às 13h, a sobrinha viu ele entrando em casa. Após isso, vizinhos avistaram ele saindo em direção a Içara. “Mas como moramos perto de rodovia, que tem rótulas, ele pode ter ido para qualquer direção”, diz Ester.

Informações sobre o paradeiro de Edson podem ser relatadas através dos telefones: 3665-4715, 99156-8264 ou 98843-3152.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.