Latrocínio é solucionado pela DIC de Araranguá

Duas pessoas foram indiciadas pelo crime na cidade, que aconteceu em 2017, no bairro Jardim Cibele. Outras duas pessoas foram indiciadas por receptação na mesma investigação

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

A Polícia Civil, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Araranguá, concluiu na última sexta-feira, 10, um inquérito que apurou um crime de latrocínio ocorrido em 2017, no bairro Jardim Cibele, em Araranguá. Um homem e uma mulher foram indiciados por participar do crime que resultou na morte de uma mulher. Mais dois homens também foram indiciados pela prática de receptação de um aparelho celular roubado da vítima.

O crime aconteceu no dia 01 de agosto de 2017. A vítima foi encontrada sem vida, com as mãos amarradas nas costas com uso de uma cinta, um travesseiro sobre a cabeça e uma corda enrolada no pescoço, denotando ter sido vítima de estrangulamento. De acordo com familiares, uma televisão e um telefone celular foram roubados da vítima.

- PUBLICIDADE -

Ao longo das investigações, foram encontrados fortes indícios da participação de um homem de 34 anos e uma mulher de 39 anos no crime de latrocínio. Um dos objetos roubados da casa, um telefone celular, foi recuperado pela equipe da DIC. Dois homens também foram indiciados pela receptação do objeto.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.