Jovem morta em Laguna teria cavado a própria cova, diz polícia

Afirmação do possível autor do crime foi revelada pela Polícia Civil em uma coletiva de imprensa realizada na tarde desta sexta-feira, 03; Assista a coletiva na íntegra na notícia

Foto: Divulgação/Polícia Civil

- PUBLICIDADE -

Thais Borges/Especial
Portal TN Sul
Laguna

O corpo de Amanda Albach, jovem de 21 anos que estava desaparecida desde o dia 14 de novembro, foi encontrado nesta sexta-feira, enterrado na Praia do Sol, em Laguna, Santa Catarina. Em uma coletiva de imprensa realizada na tarde desta sexta-feira, 03, a Polícia Civil revelou que o possível autor do crime afirmou ter coagido a vítima a cavar a própria cova. Ainda de acordo com a polícia, o suspeito afirmou que atirou na vítima duas vezes com uma arma de fogo e depois a enterrou.

- PUBLICIDADE -

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

 

Quanto a motivação do crime, Bruno Fernandes, delegado da Comarca de Laguna, fala sobre a versão do possível autor do crime, que teria sido um desentendimento. “Preliminarmente falando, um dos investigados se sentiu incomodado porque percebeu que a Amanda teria contado para terceiras pessoas de que ele seria envolvido com o tráfico de drogas e teria batido foto de uma arma que ele tinha em casa e essa foi a razão pela qual ele optou por tirar a vida dela”, explica.

De acordo com os delegados presentes na coletiva (o delegado regional de Laguna, Diego Parma, o delegado-geral da Polícia Civil de Santa Catarina, Marcos Flávio Ghizoni Júnior, o delegado da Comarca de Laguna, Bruno Fernandes e o delegado da Comarca de Imbituba, Nicola Patela) e envolvidos na investigação que durou 18 dias, os três presos suspeitos apresentaram versões que não se relacionavam e diante dos contextos, eles foram presos.

“Estão passíveis a modificações por conta da continuidade das investigações”, contesta o delegado-geral da Polícia Civil de Santa Catarina, Marcos Flávio Ghizoni Júnior sobre o andamento do caso. O grupo de delegados também alegou que acredita não existir mais envolvidos na história.

Confira a coletiva na íntegra:

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.