Guarda-vidas seguem até início de abril todos os dias nas praias do Sul

Das 8 horas até o pôr do sol os guarda-vidas estão nas praias de Balneário Rincão, Balneário Arroio do Silva, Balneário Gaivota, Morro dos Conventos e Passo de Torres

Divulgação Corpo de Bombeiros
- PUBLICIDADE -

Balneário Rincão / Araranguá

As cinco praias do Extremo Sul Catarinense vão estar guarnecidas todos os dias até 4 de abril. A decisão foi tomada após análise de que nos últimos fins de semana o tempo se tornou favorável para o banho de mar, tendência que deve se manter até fim de março. A próxima temporada será adiantada para iniciar em outubro.

- PUBLICIDADE -

Segundo o comandante da Operação Veraneio no 4º Batalhão de Bombeiros Militar, major BM Henrique Piovezam da Silveira, para o início do mês de março os guarda-vidas estarão ainda em todos os postos nos 48 quilômetros guarnecidos. “No próximo mês nós vamos trabalhar com aproximadamente 15 guarda-vidas por dia em cada praia, número esse que aumenta durante o fim de semana”, ressaltou.

“A partir da segunda quinzena será mantido apenas o posto central de cada praia, sendo analisada a necessidade ou não de mais algum posto no decorrer da orla”, finalizou.

Ainda de acordo com o major Henrique, durante o inverno o serviço de salvamento aquático não estará disponível. “Em função das condições climáticas, com águas mais geladas, a baixa procura das pessoas pelo banho de mar, nós daremos uma pausa nesses meses”, ressaltou.

Das 8 horas até o pôr do sol os guarda-vidas estão nas praias de Balneário Rincão, Balneário Arroio do Silva, Balneário Gaivota, Morro dos Conventos e Passo de Torres.

Atendimentos realizados

Desde o dia 16 de outubro até a última atualização – em 21 de fevereiro, o 4º BBM já realizou 403.341 prevenções a afogamentos. Além de 78 recuperação de arrastamentos em águas doces e salgadas.

Foram registradas nove mortes, todas em áreas não guarnecidas pelo serviço de salvamento aquático, com isso o Batalhão segue com o marco de sete temporadas sem mortes em área com guarda-vidas.

“A temporada está sendo dentro do esperado. Foi preciso se reinventar com as formas de prevenção e salvamento, mas estamos conseguindo manter os atendimentos com excelência’, destacou o comandante.

Em relação a queimaduras causadas por águas-vivas, foram registradas 2.867 ocorrências, enquanto no mesmo período do ano passado foram 25.536 casos.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.