Criciúma: suspeitos de tráfico e possíveis faccionados são presos

Atuação do grupo criminoso se dava principalmente no bairro Renascer

Divulgação Polícia Civil
- PUBLICIDADE -

Criciúma

Foram expedidas e cumpridas nesta terça-feira, dia 25, três prisões preventivas de suspeitos de integrarem facção criminosa que atua no tráfico de drogas no bairro Renascer, em Criciúma.  Dois deles já estavam presos. L.O.P.S., de 23 anos, foi flagrado pela PM traficando drogas, enquanto M.D.I. já estava preso preventivamente por tentativa de homicídio. Nesta terça, P.G.R, de 24 anos, foi localizado e preso pela PM.

- PUBLICIDADE -

Todos os investigados responderão presos pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e participação em organização criminosa.

A investigação

De acordo com o delegado André Milanese, em maio do ano passado, a Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Criciúma, através da Divisão de Repressão aos Entorpecentes (DRE), iniciou uma investigação tendo como alvo integrantes de uma facção criminosa que atua no bairro Renascer.

“A investigação durou por 10 meses, sendo identificada uma quadrilha de traficantes de drogas que atuava nos bairros Renascer e HG nesta cidade, cujos integrantes faziam parte de uma facção criminosa que atua nos presídios, resultando a investigação na apreensão de 30 kg de maconha em janeiro deste ano”, diz o delegado.

As drogas estavam sendo transportadas pela BR-101, na cidade de Tubarão, por T.D.I., de de 29 anos, o chefe da quadrilha, e seu comparsa A.D.,  de 49 anos, ocasião na qual os dois foram autuados em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

Além dos 30 kg de maconha apreendidos em Tubarão, a investigação conseguiu comprovar o vínculo da quadrilha com várias apreensões de drogas realizadas pela Polícia Militar nos meses de dezembro de 2020 e janeiro 2021 no bairro Renascer, a maioria das vezes encontrada com o auxílio do cão farejador, enterrada em terrenos baldios, sendo então representado pela prisão preventiva dos integrantes da quadrilha, que foram expedidas nesta semana pela 1ª Vara Criminal de Criciúma.

 

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.