Criciúma: confira as reivindicações dos detentos da Penitenciária Sul

Após a rebelião desta sexta-feira, 14, na Penitenciária Sul, os presos da Cela H01, pediram atenção dos Órgãos Públicos

Foto: Juno César/ NDTV
- PUBLICIDADE -

Após a rebelião desta sexta-feira, 14, na Penitenciária Sul, os presos da Cela H01, pediram atenção aos Órgãos Públicos. “O principal requisito dos detentos foi a transferência imediata de todos aqueles que estão na galeria H01, o qual já foi diferido pelo secretário. Então hoje, ou mais tardar amanhã esses internos serão transferidos para outras unidades prisionais”, declarou o advogado Diego Campos Maciel.

Reivindicações dos presos:

- PUBLICIDADE -

-Transferência de unidade dos reclusos lotados na Cela H01, por medo de sofrerem agressões;

-Garantia da presença dos advogados no momento da soltura dos agentes prisionais e da rendição ;

-Troca de Diretor e Chefe de Segurança, em razão de sofrerem maus tratos e abusos de autoridade;

-Falta de incentivo para a ressocialização, inclusive com abertura de cursos profissionalizantes;

-Comissão de Assuntos Prisionais e Direitos Humanos precisam conversar com os presos do convívio e não se limitarem aqueles do “seguro”;

-Superlotação;

-Presos prestes a atingirem direito à progressão de regime sofrem (injustificadamente) PAD, acarretando no reconhecimento de falta grave e mudança da data-base;

-Presos transferidos ao RDD sem possibilidade de terem uma audiência de justificação;

-Saúde: Misturando presos saudáveis com presos com Covid-19;

– Alimentação: Quantidade de comida inadequada;

– Situações diversas que ferem os direitos humanos e aqueles estabelecidos na LEP;

– Inobservância dos direitos dos presos por parte da Juíza Corregedora da Penitenciaria.

O advogado Diego Campos Maciel, que representa alguns presos falou sobre as reivindicações dos presos.

Vídeo: Assessoria de imprensa / Divulgação

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.