Criciúma: Polícia Civil prende foragido por estupro de vulnerável

Ele havia sido indiciado em inquérito no ano de 2019 por praticar os atos contra a sobrinha de sua companheira

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Criciúma

Na tarde de quarta-feira, dia 27, agentes da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI) de Criciúma deram cumprimento a mandado de prisão preventiva de um homem de 41 anos.

- PUBLICIDADE -

Ele havia sido indiciado em inquérito no ano de 2019 por praticar atos libidinosos diversos da conjunção carnal com a sobrinha de sua companheira, a qual tinha 13 anos de idade. O crime ocorreu na residência da família, onde o autor residia com a tia da vítima, no bairro Maria Céu.

Oferecida ação penal pelo Ministério Público, o suspeito não foi localizado, passando a residir em outra cidade. Decretada a prisão preventiva, o mandado foi cumprido no bairro Cruzeiro do Sul, em Criciúma, onde estava trabalhando. O réu foi encaminhado ao Presídio Santa Augusta.

O delegado Fernando Guzzi ressalta que a prática de qualquer tipo de ato sexual com menor de 14 anos é crime hediondo, punido com reclusão de 8 a 15 anos, havendo ou não consentimento da vítima.

Denuncie. Disque 181 ou WhatsApp (48) 98844-0011. O anonimato é garantido.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.