Carga viva de frangos tomba em rua famosa por acidentes no Demboski

Vídeo mostra aves espalhadas no asfalto; Carga já está sendo removida da rua São Cristovão e o trânsito de um dos lados da via está liberado para passagem

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

Thais Borges/Especial Portal TNSul
Criciúma

Rua São Cristóvão. Esse é o nome da rua que vem registrando acidentes e adversidades no bairro Demboski, em Criciúma. Na manhã desta quinta-feira, 11, por volta das 6h, uma carga viva de frangos tombou na via. Na última semana, um ciclista morreu atropelado no local e o motorista que o atropelou fugiu. Ontem, (quarta-feira, 10), um outro acidente foi registrado na estrada – uma motocicleta colidiu em um carro, sendo que o motociclista ficou ferido e foi atendido pelo Samu.

- PUBLICIDADE -

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

A carga já está sendo removida da via e o trânsito de um dos lados da estrada está liberado para passagem. Veja o vídeo da situação:

A presidente da Associação de Moradores do bairro, Valdete Galant Novak, acredita que os motoristas devem ter mais atenção ao passar no local. “Um pouco é a imprudência de motorista também.Parece que a bruxa está solta aqui. Essa semana mesmo, foi pesada aqui”, afirma Valdete. Ela também fala que quando o asfalto foi feito, a comunidade pediu para que as lombadas fossem colocadas no local, já prevendo situações que poderiam acontecer por ser uma estrada reta. “A gente pediu para a prefeitura a sinalização, as lombadas e eles demoraram muito, mas, agora, devido aquele acidente que aconteceu aqui, eles colocaram as lombadas, placas. São poucas. A comunidade pede mais duas. Seria uma no início da rua, na frente do Ceim Demboski e outra lá na entrada do outro lado, de que vem do Morro da Fumaça”, explica.

Uma moradora da rua, que mora em frente ao tombamento da mercadoria de frangos vivos, não quer se identificar e alega que todo dia acontece alguma coisa no local. “Os motoristas têm que ter mais prudência. Eles estão ultrapassando em alta velocidade. Foram colocadas as lombadas e tudo mas tem faixa que falta mais sinalização. Tem umas muito perto uma das outras e espaço entre outras muito longe”, testemunha a moradora.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.