Balanço anual mostra avanços no trabalho da Polícia Militar

Os números são dos municípios de Criciúma, Forquilhinha, Nova Veneza, Siderópolis e Treviso


- PUBLICIDADE -

Nesta segunda-feira, dia 20, o 9° Batalhão de Polícia Militar (BPM), Comandado pelo Tenente Coronel Sandi Murís de Medeiros Sartor, apresentou o balanço da produtividade do ano de 2021.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

Os números são de atendimentos da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) e apresentam um panorama geral da segurança pública, que abrange os municípios de Criciúma, Forquilhinha, Nova Veneza, Siderópolis e Treviso.

No aspecto da prevenção até o dia 20 de dezembro, foram realizadas o total de 5.672 visitas preventivas em estabelecimentos comerciais, escolares e residenciais/condominiais. No Programa Rede Catarina de Proteção à Mulher vítima de violência doméstica, foram realizadas 1.856 visitas preventivas às mulheres assistidas, sendo 28 % mais visitas, que no ano anterior. Atualmente são atendidas pela Polícia Militar 117 mulheres com medidas protetivas de urgência, expedidas pelo Poder Judiciário, tendo um aumento de 48% nos atendimentos, em relação ao ano passado.

Na Rede de Vizinhos, o 9° Batalhão conta aproximadamente com 259 redes, sendo 194 em Criciúma, 22 em Forquilhinha, 17 em Siderópolis, 17 em Nova Veneza e 9 em Treviso. São 17.827 núcleos familiares atuantes na proteção e na parceria com a Polícia Militar. Criciúma conta ainda com sete Conselhos Comunitários de Segurança (CONSEG’s), sendo eles localizados nos setores do Centro, Mina do Mato, Próspera, São Luiz, Quarta Linha, Santa Luzia e no Distrito do Rio Maina. Também há CONSEG’s nas cidades de Siderópolis, Nova Veneza e Treviso.

No período de 1° de janeiro a 20 de dezembro de 2021, 9° BPM atendeu 43.366 ocorrências, sendo 22% maior se comparado ao ano anterior. Ademais, foram realizadas 33.415 programações operacionais e desencadeado 742 operações ao longo do ano, um aumento de 42%.

Na repressão qualificada, o 9°Batalhão da Polícia Militar atingiu a marca de 2.889 pessoas presas, entre adultos detidos e adolescentes apreendidos. Foram recuperados 261 veículos furtados, 47 armas de fogo foram retiradas de circulação. Com relação aos entorpecentes, foram apreendidos aproximadamente 284 kg, sendo 251,440 kg de maconha, 24,511 kg de cocaína, 8,5 kg de crack, 3232 unidades de droga sintética.

Referente aos roubos, na área do batalhão, os indicadores apresentaram uma redução de quase 15%.

Destaca-se o Programa “Ronda Penal”, uma parceria entre o 9° Batalhão e o Poder Judiciário de Criciúma, onde os policiais militares fiscalizam os presos do regime aberto e saídas temporárias. Somente neste ano, foram realizadas mais de 2.464 rondas penais.

Mesmo com números excelentes nos crimes violentos letais intencionais (CVLI), ainda assim, houve uma pequena redução nesse quantitativo, sendo contabilizado 12 registros neste ano (sendo dois em confrontos policiais e uma legítima defesa) para 13 ocorrências em 2020.

Para o comandante do 9º BPM, Tenente-Coronel Sartor ‘’os resultados alcançados são frutos da aplicação das ferramentas de tecnologia, estratégias de prevenção direcionadas ao problema, que são desenvolvidas diuturnamente pelas modalidades de policiamento da nossa Unidade, bem como do empenho diário e dedicação de nossos abnegados policiais militares em prol de uma sociedade melhor”.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.