9º BPM de Criciúma realiza campanha interna para ajudar Sd Esmeraldino

Policiais arrecadaram fraldas geriátricas e lenços umedecidos. Em breve, será divulgada uma nova campanha, aberta à população geral, para a construção de uma edícula na residência

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Criciúma

O 9º Batalhão de Polícia Militar de Criciúma está arrecadando internamente fraldas geriátricas e lenços umedecidos para serem destinados ao soldado Jeferson Luiz Esmeraldino, de 32 anos, gravemente ferido no assalto ao Banco do Brasil no ano passado. A família solicitou o apoio aos policiais, já que os itens estavam em falta na residência onde ele segue se recuperando, em Tubarão.

- PUBLICIDADE -

Esmeraldino ficou 65 dias internado no Hospital São João Batista. Desde que recebeu alta, no dia 5 de fevereiro, realiza o tratamento de fisioterapia em casa, junto aos pais. “Tive uma conversa com a dona Sandra, mãe dele, que me falou desta necessidade. Essas fraldas e lenços estavam previstas no contrato da própria empresa que está prestando assistência hospitalar residencial, mas a família pediu para retirar. Conversando com alguns policiais aqui no quartel, começamos a fazer essa arrecadação entre nós”, comenta o comandante da 6ª Região de Polícia Militar (RPM), coronel Evandro de Andrade Fraga.

Fraga destacou que a população geral não precisa se preocupar em ajudar neste momento. Uma nova campanha será aberta nas próximas semanas, desta vez a todos, com o intuito levantar fundos para a construção de uma edícula na casa de Esmeraldino. O local será importante para o soldado poder ter mais conforto em seu lar.

“No nosso julgamento, não há a necessidade deste esforço agora, conseguiremos conciliar com o que já arrecadamos. Mas sim, deveremos lançar uma campanha de mobilização para a construção da edícula, nos fundos da casa da mãe do soldado Esmeraldino. Está sendo preparada para receber de forma adequada a cama hospitalar, terá espaço para a equipe médica que o acompanha, lavanderia, sala de estar. Pedir ajuda para fraldas hoje, e depois para outros recursos que acreditamos ser mais importantes, fica meio incoerente”, assinala o comandante.

O coronel visitará nesta semana o colega de farda, para entregar as fraldas e lenços recebidos e avaliar a recuperação do soldado de perto.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.