Presidente da Câmara de Criciúma quer fomentar chegada de novas empresas

À frente do Legislativo neste ano, Arleu da Silveira destacou o incentivo ao emprego e renda como uma das prioridades

Foto: Guilherme Cordeiro / TN
- PUBLICIDADE -

Transparência, fomentar o combate à pandemia e trazer novas empresas ao município. Esses são as principais bandeiras levantadas pelo presidente da Câmara de Vereadores de Criciúma, Arleu da Silveira (PSDB) neste ano.

Escolhido no fim do ano passado para liderar a nova composição do Legislativo, Silveira quer dar continuidade a uma ideia que já era forte ainda na legislatura anterior: fomentar o emprego e renda. Segundo ele, em janeiro, todos os vereadores lhe procuraram para fortalecer essa iniciativa. “Claro que a pandemia é a prioridade das prioridades. Os projetos que o Executivo mandar para a Câmara com relação à pandemia, tem prioridade total. Mas vamos trabalhar fortemente na vinda de várias empresas para Criciúma para gerar emprego e renda. Já estou agendando uma empresa de Chapecó para se instalar aqui. Estousó no aguardo do ok deles para apresentar ao prefeito Clésio Salvaro.E será uma ação muito forte com relação a geração de emprego e renda. Já falei inclusive com o diretor do Sebrae,Murilo Gelosa, para buscar algumas ideias de empresas que podem se instalar em Criciúma”, destaca.

- PUBLICIDADE -

“Todos os vereadores tem algum contato ou tiveram algum contato com alguma empresa, seja de São Paulo, de Minas Gerais, do Rio Grande do Sul, para levar ao Executivo, junto a equipe de patrimônio, equipe de governo,que apresente Criciúma. Um trabalho de todos os vereadores. Na outra legislatura já tinha esse tipo de trabalho. O vereador Miri [Dagostim, atual secretário de Educação do município] já falava muito disso quando usava a tribuna. Enfim, além de outros projetos sociais, outros projetos que os vereadores estão desenvolvendo, como audiências públicas, para traduzir cada vez mais a Câmara de Vereadores de maneira muito transparente, que é o que o povo mais deseja hoje”, completa.

União pela região

Outra iniciativa do presidente do Legislativo criciumense visa unir as câmaras de vereadores da região. Segundo Silveira, a ideia é criar uma associação dos parlamentares da Região Carbonífera, nos mesmos moldes da Amrec, com o intuito de fortalecer o Sul politicamente.

“A minha ideia é fazer como um associação de todas as Câmaras da Amrec. Assim como tem com os prefeitos eu fazem parte da Amrec, minha ideia é trazer as câmaras de vereadores da região. Morro da Fumaça, Içara, Lauro Müller… Todos os municípios. Presidente e vice. Que se reúna uma vez por mês. Que se reúna na Amrec, ou em alguma cidade vizinha. Para ter mais força junto a Florianópolis, junto a Brasília.Estou só esperando o ok do Giovanni [Dagostin, assessor jurídico da Amrec] para apresentar a proposita ao presente da Amrec, meu amigo Jorge Koch. Essa é uma ideia que já quero leva adiante”, revela.

A ideia ainda é nova, o vereador criciumense acredita que pode fortalecer bastante a região. “Não falei com ninguém, falei com o Giovani e estou esperando o ok para falar com o Jorge Koch, para que a gente consiga uma espaço. Se não der na Amrec, pode ser na câmara de Criciúma, Içara, de Morro da Fumaça. Não tem uma parte de local. Pode ser que seja na Amrec ou em outra cidade vizinha.Uma reunião uma vez por mês, presidente e vice de cada câmara. Para fortalecer politicamente a região. Porque se Morro da Fumaça vai bem, os outros municípios vão bem. Se Içara vai bem, os outros vão bem. Se Forquilhinha vai bem,os outros vão bem. Essa é a grande realidade. Juntando todas as câmaras da Amrec, e daqui apouco pode fazer na Amurel, na Amesc, e vamos trabalhar bastante para fortalecer a região como polo político. Buscar recursos, interceder alguma ação juntoaogovernador, deputados, senadores. Uma associação das câmaras de vereadores será bem mais forte”, justifica Silveira.

A matéria completa você confere na edição do Jornal Tribuna de Notícias desta sexta-feira.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.