Nova Veneza: vereadores votam contra aumento da taxa de iluminação

O projeto que veio do executivo, tinha como proposta um aumento de 18,3% para o ano de 2022

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

Atualmente, os cidadãos pagam a iluminação pública através de um imposto chamado Contribuição para Custeio da Iluminação Pública. Esse imposto vem na conta de energia elétrica do contribuinte com o nome de Cosip. Na última sessão da Câmara, os vereadores Evandro Gava, Maykon Michels, Zelindo Moretto, Elton Nuernberg e Bete Bortolotto foram contrários ao aumento da Cosip, enquanto os vereadores da base do governo, Arlindo da Silva, Ricardo Ugioni, Aroldo Frigo e Edaltro Bortolotto foram favoráveis. O projeto que veio do executivo, tinha como proposta um aumento de 18,3% para o ano de 2022.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

Desde que assumiu a prefeitura em 2017, o prefeito Rogério Frigo tem aumentado o valor da contribuição todos os anos, com um aumento acumulado de 176%. Conforme o presidente Evandro Gava, quando prefeito, não aumentou nenhum imposto do contribuinte. Para ele é obrigação dos vereadores, como escudo do povo, rejeitar esse aumento. “Não é o momento para aprovar mais um aumento. A pandemia trouxe uma elevação em praticamente todos os custos para o bolso do brasileiro, não foi diferente no custo da energia. Até porque com a troca das lâmpadas por Led, vai haver muita economia na cosip, o que não justifica esse aumento”, falou.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.