Moisés visita Alesc e pede derrubada dos vetos sobre Brs

Acompanhado do chefe da Casa Civil, Eron Giordani, Moisés entregou uma carta ao presidente da Alesc, deputado Mauro de Nadal (MDB), em que pede o apoio do Parlamento para a rejeição dos vetos, que foram assinados pela governadora interina Daniela Reinehr

Foto: Murici Balbinot
- PUBLICIDADE -

O governador Carlos Moisés da Silva visitou a Assembleia Legislativa de SC (Alesc) nesta terça-feira (11) para pedir a derrubada dos vetos governamentais sobre as proposta de destinação de recursos estaduais para rodovias federais. Acompanhado do chefe da Casa Civil, Eron Giordani, Moisés entregou uma carta ao presidente da Alesc, deputado Mauro de Nadal (MDB), em que pede o apoio do Parlamento para a rejeição dos vetos, que foram assinados pela governadora interina Daniela Reinehr. Na sequência, o governador também conversou com os líderes partidários e bancada da Casa, fazendo o mesmo pedido.

“Os recursos aportados objetivam apoiar a realização de obras estruturantes do Governo Federal no Estado de Santa Catarina, realizações estas que melhorarão a qualidade dos serviços de transporte, fortalecerão a integração de cadeias produtivas e facilitarão a circulação de pessoas e produtos em todo o território catarinense. Além disso, irão contribuir para geração de empregos diretos e indiretos, funcionando também como um dos grandes motores de expansão da economia do Estado”, diz a carta.

- PUBLICIDADE -

Moisés chegou à Casa pouco antes das 14h30, quando estava marcado o encontro com Nadal. Às 15h30, o governador ainda estava no Parlamento conversando com parlamentares.

Reanálise

Moisés pediu que a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) reanalise a constitucionalidade dos projetos. Segundo a assessoria da PGE, o pedido é para um novo olhar sobre os documentos, mas ainda sem a produção de um parecer.

Na visita à Alesc, Moisés levou documentos da Secretaria de Estado da Fazenda (SEF) que apontam que os projetos não interferem no interesse público, ou seja, que a pasta é favorável à aprovação.

Via Rede Catarinense de Noticias 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.