Doria participa de encontro em SC com Salvaro e lideranças do PSDB

Governador de São Paulo tentará convencer colegas de sigla catarinenses de que é o melhor nome do partido para disputar a corrida presidencial

Foto: Divulgação/Governo de São Paulo
- PUBLICIDADE -

O governador de São Paulo, João Doria Júnior (PSDB), estará em Santa Catarina neste sábado (14) em roteiro para viabilizar seu nome como candidato do partido à presidência da República em 2022. Doria vai cumprir agenda com o governador Carlos Moisés da Silva às 13h, em Florianópolis, e às 15h tem evento marcado no Centro de Eventos da Capital com lideranças tucanas.

A expectativa da organização do evento é reunir cerca de 200 pessoas, entre prefeitos, vereadores, deputados e outras lideranças do partido. A presidente da sigla em Santa Catarina, deputada federal Geovânia de Sá, não estará presente por motivos pessoais: a filha deu à luz nesta quinta-feira (12) e a parlamentar reservará o tempo para a família.

- PUBLICIDADE -

Lideranças catarinenses como o ex-deputado Gelson Merisio, os ex-senadores Dalirio Beber e Paulo Bauer, os deputados Marcos Vieira e Vicente Caropreso, o prefeito de Criciúma Clésio Salvaro, foram todos convidados.

No encontro, Doria vai tentar convencer os tucanos catarinenses que seu nome é o melhor para o partido no ano que vem. Ele disputa a corrida interna ao lado do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, do senador Tasso Jereissati (CE), e do ex-senador Arthur Virgílio (AM).

As prévias estão marcadas para 21 de novembro. O partido aprovou um regramento específico para a escolha em que divide os votantes em quatro grupos – cada um com peso de 25%:

Grupo 1 – Filiados;

Grupo 2 – Prefeitos e vice-prefeitos;

Grupo 3 – Vereadores, deputados estaduais e distritais;

Grupo 4 – Governadores, vice-governadores, ex-presidentes e o atual presidente da Comissão Executiva Nacional, deputados federais e senadores.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.