Criciúma: observatório social aponta aumento na devolução de repasses

Estudo apresentado mostrou que o valor devolvido pelo Legislativo foi quase 43% maior que o do ano anterior

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

O Relatório Anual preparado pelo Observatório Social de Criciúma referente a Câmara de Vereadores do município apresentou um aumento na devolução dos repasses à prefeitura. O relatório ainda apresenta horas extras, diárias, passagens, vantagens pessoais e diferença de salário dos servidores do Legislativo. O relatório confeccionado faz referência ao ano de 2020 e possui os comparativos com os anos de 2019 e 2018.

- PUBLICIDADE -

Os principais valores destacados são os referentes ao aumento na devolução dos repasses que em 2020 foi de aproximadamente 43% maior que a do ano anterior, observando que o repasse aumentou em aproximadamente 6%. “Trata-se de um fato que consideramos positivo e que vem demonstrar ser perfeitamente viável uma antiga reinvindicação do Observatório Social, de que os repasses devem ser reduzidos para um melhor uso dos recursos”, afirma o presidente do Observatório Social de Criciúma, Mauro Losso.

O relatório elaborado pelo OS tem o objetivo de quantificar o número de servidores da Câmara de Vereadores do Município de Criciúma, além de acompanhar despesas e investimentos realizados. “Entregamos pessoalmente cópia desse relatório ao presidente da Câmara Municipal, vereador Arleu da Silveira, onde reapresentamos nossas reinvindicações e preocupações e com quem trocamos impressões sobre os números apresentados”, lembra Losso.

Entre os destaques do relatório, os gastos com pessoal continua sendo o maior gasto da Câmara de Criciúma.

Como 2020 foi um ano de pandemia, os gastos com diárias e passagens também diminuíram drasticamente.

Mesmo com alguns gastos ainda destoarem de um quadro ideal, a avaliação do OS foi positiva. “De forma geral, observamos que comparativamente, trata-se de um relatório positivo onde alguns gastos foram reduzidos, indo ao encontro do bom trato com o dinheiro público, principalmente em um ano de pandemia com inúmeras necessidades não previstas”, aponta o presidente do OS Criciúma.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.