Câmara de Vereadores lança movimento “Araranguá de Mãos Dadas”

O objetivo do movimento é aproximar a Câmara da população por meio das sessões e com gestos concretos frisar a necessidade de comprar, trabalhar e desenvolver os bairros

Foto: Divulgação Câmara de Vereadores
- PUBLICIDADE -

Aconteceu na tarde desta segunda-feira (07) o lançamento do movimento “Araranguá De Mãos Dadas”, na sede do Poder Legislativo Municipal. A iniciativa é do presidente da Câmara, Diego Pires (PDT), juntamente com a agência de publicidade vencedora do processo licitatório, Aspekto Comunicação. O objetivo do movimento é aproximar a Câmara da população por meio das sessões e com gestos concretos frisar a necessidade de comprar, trabalhar e desenvolver os bairros e consequentemente o município.

De acordo com o diretor da Aspekto Comunicação, José Pereira, o momento é de valorizar o município. “Vivemos em um momento em que precisamos uns dos outros, todos estão precisando da ajuda e da solidariedade. A Câmara com esse grande movimento cumpre seu papel de representante do povo de Araranguá. Nossa campanha publicitária é ampla e possui um cunho social e comunitário”, defendeu.

- PUBLICIDADE -

Conforme o presidente da Câmara de Vereadores, Diego, a imprensa e os vereadores são essenciais neste processo. “Em um momento em que a imprensa está sendo criticada por muitos, nós da Câmara de Vereadores de Araranguá queremos valorizar todos os profissionais da comunicação e por meio deles passar uma mensagem de apoio, incentivo e solidariedade ao povo de Araranguá. É o momento de darmos as mãos”, falou o presidente.

Movimento Comunitário

Segundo o presidente, o movimento pretende envolver a comunidade. “Vamos divulgar na imprensa que o momento é de valorizar os bairros e a nossa cidade, além disso, queremos criar uma grande ação em que vamos espalhar a marca desse movimento pela cidade e as pessoas, empresas e associações poderão se manifestar e dizer que apoiam essa causa”, salientou.

Além disso, segundo Pires, haverá uma grande ação paralela ao movimento. “Queremos constituir o projeto ‘Câmara na Comunidade’, para elencar os anseios das comunidades de Araranguá”.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.