Câmara de Araranguá discute situação da Escola Castro Alves

Direção do escola estará na próxima segunda-feira (21) no Poder Legislativo

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

A comissão de Educação da Câmara de Vereadores de Araranguá, presidida pelo vereador e vice-presidente do Poder Legislativo, Jair Anastácio (PT), aprovou na noite desta quarta-feira (16) um requerimento solicitando a vinda da professora Márcia Martins, diretora da Escola de Educação Básica Castro Alves, para relatar a atual situação do prédio, que se encontra interditado. A educadora participará da sessão na próxima segunda-feira (21).

A ideia partiu do vereador Jair, que encaminhou o requerimento em nome da comissão, composta pelo vereador Kelvin Diran, do Progressistas, e Lena Périco (MDB). Segundo ele, pais e professores do educandário procuraram o seu gabinete buscando ajuda. “Essa escola possui uma grande importância para o município pois é uma das mais antigas e faz parte de nossa trajetória. Não podemos deixar ela em um estado tão precário”, falou o vereador.

- PUBLICIDADE -

Segundo Jair, o objetivo é unir forças para que a pauta chegue ao governo do Estado. “A comunidade escolar quer a reforma dessa unidade, pois não queremos que a situação se arraste por muitos anos, como aconteceu com outras escolas”, afirmou.

Conforme a vereadora Lena Périco (MDB), o problema merece atenção. “Essa situação precisa ser resolvida urgentemente. A secretaria de estado da Educação necessita cumprir seu papel para que isso não se arraste”, disse.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.