Ao vivo: Daniela fala pela primeira vez após assumir governo de SC

A governadora confirmou alguns nomes que irão ficar em frente das pastas do Governo. Entre eles, a confirmação de Carmen Zanotto, Paulo Eli e o deputado Vampiro

Exonerações foram publicadas nesta segunda-feira, e novos nomes ainda são decididos- Foto: Arquivo/Mauricio Vieira/ND
- PUBLICIDADE -

Daniela Reinehr (sem partido) fala pela primeira vez após assumir interinamente o Governo de Santa Catarina. Ela concede coletiva de imprensa com início marcado para as 17 h desta terça-feira (30), no auditório da Secretaria do Estado de Comunicação, no Centro Administrativo, em Florianópolis.

Assista ao vivo:

- PUBLICIDADE -

A mudança no cargo decorre da suspensão do exercício das funções do governador, Carlos Moisés (PSL) até a sentença final. Esta é a segunda vez que Carlos Moisés é afastado e Reinehr fica à frente do poder executivo estadual.

O afastamento de Moisés ocorre após decisão do tribunal especial de julgamento na última sexta-feira (26).

Ela confirmou alguns nomes que irão ficar em frente das pastas do Governo. Entre elas, a confirmação de Carmen Zanotto para a SES. Paulo Eli assumirá a pasta da Fazenda. Assim como o deputado Vampiro fica responsável pela Secretaria de Estado da Educação

Sobre as medidas mais restritivas

“Estamos avaliando as mudanças nas últimas horas e dias. A minha prevenção é que não haja medidas proibitivas, mas que as restritivas sejam de conscientização”, completou

Governadora citou o foco na vacinação e na reestruturação hospitalar. Assim como campanhas de prevenção e conscientização para combater a pandemia da Covid-19

Tratamento precoce

“A necessidade é de atendimento imediato. Os profissionais de saúde precisam avaliar cada paciente e medicar como acha necessário. Isso devolve uma autonomia aos médicos”

“O grande desafio que temos hoje, o grande foco, é conseguir adquirir vacinas e diminuirmos a fila de espera de UTIs e encontrar caminhos para, por exemplo, pensar na logística”, disse

Ações para a economia

“Estamos estudando algumas medidas, mas ainda é prematuro anunciar porque precisamos avaliar. Muitos setores pedem socorro, mas precisamos estudar as medidas viáveis e legais”

Compra de vacinas 

“Precisamos seguir o PNI (Plano Nacional de Imunização). Existem algumas trativas de alternativas para trazer, mas precisa obedecer o processo. O que eu posso dizer é que o Estado está buscando. Porém, precisamos seguir o que está estabelecido na regulamentação nacional”, completou

Via ND+

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.