O futebol quis voltar

A coluna completa você confere na edição do Tribuna de Notícias


- PUBLICIDADE -

Federações, presidentes, jogadores, e a grande maioria de familiares de envolvidos no futebol queriam a volta das competições. Mas não é fácil ter que conviver com tantas mudanças de locais e cancelamentos de partidas. Não há logística que resista com o atual cenário. Se as questões da saúde pública não melhorarem no Brasil, creio que até o futebol entra em colapso. Principalmente os times menores deverão sofrer. Até o Criciúma, por exemplo, sofreu com a instabilidade da definição do local da partida contra o Marilia-SP pela Copa do Brasil.

Vai resolver?

- PUBLICIDADE -

O meia Dudu foi contratado, mas a dúvida que fica é se realmente o jogador vai suprir as carências do Criciúma. Essa é uma indagação que acompanha qualquer contratação, porém a vinda de Dudu traz um agravante: o jogador atuou pouco nas duas últimas temporadas. E quando isso acontece passa um filme na cabeça do torcedor carvoeiro. Quase sempre um atleta sem ritmo de jogo ou que atuou pouco num passado recente, conseguiu atender as necessidades do clube. Mesmo assim, o torcedor espera que o caso de Dudu não seja mais um desse tipo.

Pode cobrar

Com a chegada de Dudu e a promessa da vinda de mais um camisa 9, o Criciúma começa a preencher os “vazios” que tem no elenco. Na medida que as improvisações ou as invenções são feitas com menos frequência, a cobrança em cima do técnico Hemerson Maria poderá ser feita de maneira mais incisiva. O treinador tem que espantar a fama de que gosta de esquemas mais defensivos, privilegiando apenas jogadores de defesa. Por isso, a chegada de peças novas no ataque possibilitará Maria diminuir a fama de “defensivista”.

O conteúdo completo você acompanha na edição impressa do Jornal Tribuna de Notícias ou no TN Digital. Leia esta e muitas outras colunas, ligue para o (48) 3478-2900 e assine!

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.